Jesus arquiva pedido de cassação de Almeida

0
808

 

O presidente da Câmara Municipal de Guarulhos, Professor Jesus (DEM), decidiu arquivar na Sessão desta terça-feira, 29, o pedido de cassação do prefeito Almeida (PT). “Se eu o fiz, o fiz como presidente da Casa. Então acredito que eu tenha esse poder”, disse Jesus em resposta ao questionamento do líder da oposição, Geraldo Celestino (PSDB).

 

jesus-guarulhos

 

O vereador Celestino e Guti (PSB) repudiaram o ato de Jesus. Já Samuel Vasconcelos, líder do governo na Casa, exaltou a decisão: “Só um ser humano digino tem coragem de voltar atrás em uma decisão quando percebe que ela não é acertada”.

 

O vereador Ramos da Padaria (DEM) informou que a bancada não participou da decisão tomada por Jesus.

 

O processo

 

Os vereadores da Câmara Municipal de Guarulhos, aprovaram a criação da Comissão Especial de 21 vereadores para analisar o pedido de impeachment do prefeito Almeida (PT), protocolado pelo presidente municipal do partido Solidariedade, Maurício Siqueira, na quinta-feira, 17 de março.

 

O documento apresentado levanta três denúncias de improbidade administrativa: a primeira, com base na rejeição das contas públicas pelo Tribunal de Contas desde 2005; a segunda, em função da destinação dos Fundos Municipais para pagamento de servidores; e a terceira motivada pelo suposto desvio de R$ 108 milhões do PAC, em 2012, para cobrir uma dívida municipal de R$ 94 milhões.

 

Sessão desta terça é encerrada por falta de quórum

 

Após o presidente da Câmara Municipal de Guarulhos, Professor Jesus (DEM), arquivar o pedido de cassação do prefeito Almeida (PT), a sessão desta terça-feira, 29, foi encerrada por falta de quórum, mesmo com 197 itens para serem votados pela Casa.

 

Fonte: Click Guarulhos