Já são mais de 100 casos de H1N1 este ano em Guarulhos

0
878

Dentre os 523 casos da Síndrome Respiratória Aguda Grave registrados neste ano, Guarulhos já registrou 105 casos positivos para H1N1. De acordo com dados da Secretaria da Saúde divulgados ontem, a cidade também teve 20 mortes causadas pela doença, sendo 10 em hospitais particulares da capital e do município, e 10 em hospitais públicos. Em 2015, não houve nenhuma ocorrência.

Diante do número de casos, além da Saúde realizar a Campanha de Vacinação contra a Influenza, os postos de saúde orientam os usuários quanto às medidas preventivas contra a doença.

h1n1-em-guarulhos

Segundo a pasta, lavar as mãos com frequência e manter os ambientes ventilados continuam sendo medidas de prevenção importantes contra qualquer tipo de gripe. Também se deve usar de lenço descartável para higiene nasal e evitar aglomerações em ambientes fechados. As pessoas que são diagnosticadas com a enfermidade são afastadas temporariamente do trabalho ou escola por até 24 horas.

No boletim mensal do Ministério da Saúde também foram divulgados casos de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. De acordo com a pasta, só existe um caso de bebê com microcefalia decorrente ao zika vírus em Guarulhos.

A criança contraiu a enfermidade de um militar morador de Guarulhos, que pegou o vírus no Rio de Janeiro e evoluiu favoravelmente, não apresentando nenhum problema ou complicações, além de outros três casos autóctones confirmados laboratorialmente, que também evoluíram favoravelmente, sendo um de Bonsucesso, outro do Jardim Itapoã e um terceiro do Taboão. A pasta informou que desde novembro, foram registrados 42 casos de microcefalia em bebês recém-nascidos, 26 contabilizados só neste ano.

Em 2016, já foram confirmados 74 casos de chikungunya, dos quais 69 são importados (de pessoas que contraíram a doença fora do município), quatro são autóctones (das regiões do Taboão, Centro, Vila Carmela e Parque Santo Antonio). A cidade contabilizou 1.190 casos de Dengue de janeiro deste ano até agosto de 2016.

Reportagem: Leticia Lopes

Fonte: Guarulhos Hoje