Hospital de Campanha de Guarulhos comemora 500 altas

0
67

 

O idoso Nelson Cruz, de 80 anos, foi o 500º paciente a receber alta do Hospital de Campanha de Guarulhos (3C-GRU), de onde saiu curado depois de passar 30 dias internado. Ao se despedir de seu paciente, a auxiliar de enfermagem Adelange Barbosa, que cuidou do senhor Nelson durante todo o tempo em ele que permaneceu no 3C-GRU, se emocionou.

 

 

“Todas as altas são uma emoção enorme. O seu Nelson ficou 30 dias internado aqui na nossa tenda e estou muito emocionada porque cuidei dele desde o início. Lembro que ele cantava para nós todas as vezes que chegávamos com a alimentação e para cuidar dele. Sempre muito carinhoso, ele nos chamava de netinhos e netinhas. Então vê-lo curado e de alta é uma emoção muito grande”, disse.

 

Mais de 86,51% de pacientes curados

 

Guarulhos foi o primeiro município do País a construir, em seis dias, o Centro de Combate ao Coronavírus (3C-GRU), que completou quatro meses de funcionamento nesta semana. Desde então já foram realizados no local cerca de 40 mil atendimentos, incluindo a triagem das pessoas que chegam a pé ou pelo sistema drive-thru, exames, bem como o tratamento dos pacientes infectados pelo novo coronavírus feito pelo Hospital de Campanha que fica dentro do complexo.

 

Com 80 leitos, sendo 24 de UTI, o hospital realiza importante serviço de combate à pandemia, com 86,51% de pessoas curadas. Por esse motivo o município acaba de renovar por mais um mês o contrato do 3C-GRU e, em vez de encerrar as atividades no local na próxima terça-feira (4), vai manter a estrutura em funcionamento, a princípio, até 4 de setembro, desde que a cidade tenha segurança para fechar o complexo nessa data, observou o secretário de Saúde José Mário Stranghetti.

 

“Não temos a menor condição de encerrar o contrato no dia 4 de agosto. Por isso, prorrogamos. Contudo, a partir do próximo dia 15 vamos fazer uma logística muito cuidadosa de, aos poucos, restringir as internações no 3C-GRU, que permanecerá fazendo somente a triagem no sistema drive-thru e para quem chega a pé, bem como os exames. Já as novas internações encaminharemos aos demais hospitais da rede, se a taxa de ocupação nos permitir, para que no dia 4 de setembro a gente possa encerrar o contrato e as atividades no local se tudo estiver correndo bem”, destacou o secretário.

 

Stranghetti explicou também que para fazer a remoção dos pacientes internados no 3C-GRU utilizará os 12 leitos locados dos hospitais privados Carlos Chagas e Bom Clima, cujos contratos ficam vigentes até os dias 8 e 10 de setembro, respectivamente. “Porém, é importante deixar claro que somente fecharemos o Hospital de Campanha com total segurança”, reforçou.