Guarulhos lança projeto para arrecadar absorventes higiênicos

0
158

 

A Prefeitura de Guarulhos lançou nesta sexta-feira (25) o projeto Mude esse Ciclo, que tem por objetivo arrecadar absorventes higiênicos (internos e externos) por meio de parcerias com empresas e doações da população e distribuí-los às meninas e mulheres em situação de vulnerabilidade social identificadas nos atendimentos de equipamentos socioassistenciais. As empresas Mobensani, Higie Topp e Pet Society, parceiras no projeto, já doaram 23.040 absorventes.

 

Foto: Nicollas Ornelas/PMG

 

O projeto é uma ação integrada entre o poder público, representado pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social e pelo Fundo Social de Solidariedade, a iniciativa privada e a sociedade civil que visa a proporcionar mais dignidade ao público feminino vulnerável durante o ciclo menstrual, combater a pobreza menstrual (a escassez de recursos para cuidados íntimos) e ampliar o acesso sobre o tema e seus efeitos, possibilitando a melhoria da qualidade de vida.

“A cada quatro mulheres que faltam às aulas, uma o faz por não ter absorvente. Mais do que número e índice, o problema é quando vemos isso acontecendo. No começo do ano estive com o secretário de Desenvolvimento e Assistência Social (Alex Viterale) em uma comunidade do Jardim São João, para tratar de outra questão, quando uma munícipe nos chamou e elogiou as cestas básicas da Educação que estão recebendo. Ela disse que a filha de 17 anos muitas vezes não podia sair de casa pela falta do absorvente. Para isso, a mãe pedia à filha que colocasse miolo de pão. Quando a gente vê isso na ponta, observa que o problema é muito maior. Não é meramente uma estatística”, disse o prefeito Guti.

A proposta, de acordo com chefe do Executivo, deve contribuir para melhoria da vida das mulheres. “Decidimos não ficar parados e, com os estudos que fizemos, conseguimos chegar a algumas empresas. Não tenho dúvida de que o projeto Muda esse Ciclo vai transformar a vida de várias mulheres em vulnerabilidade no município. Quero agradecer às empresas e pedir a todos que nos ajudem com doações”, concluiu o prefeito.

Caixas coletoras com o cartaz do projeto serão espalhadas nas diversas secretarias municipais e na sede do Fundo Social. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 2087-7400.

Durante o lançamento do Mude esse Ciclo estiveram presentes o secretário de Desenvolvimento e Assistência Social, Alex Viterale, a presidente do Fundo Social, Elen Farias, e as representantes das empresas Mobensani e Higie Topp, Thainá Silva Baião e Eveline Diniz, respectivamente.

 

 

Pobreza menstrual

Pesquisas mostram que a pobreza menstrual provoca ausência às aulas e afasta as meninas dos estudos. Ela leva milhares de mulheres e meninas a usar folhas de jornal, sacolas plásticas, meias e panos velhos para absorver o sangue, o que pode causar danos à saúde feminina. A situação foi agravada por conta dos efeitos econômicos causados pela pandemia.