Guarulhos lança programa para enfrentar a exclusão e a evasão escolar

0
91

 

A Prefeitura de Guarulhos lançou nesta segunda-feira (21) o programa Busca Ativa da Demanda Escolar na EPG Profª Ione Gonçalves de Oliveira de Conti, localizada no Pimentas. Com o slogan “Fora da escola não pode!”, a iniciativa tem como objetivo criar condições práticas para o enfrentamento da exclusão e da evasão escolar, situações agravadas pela pandemia.

 

 

O secretário de Educação, Alex Viterale, explicou durante o evento que a pasta vai promover a busca ativa e incentivará pais e responsáveis a matricularem as crianças junto às respectivas redes. “A educação é um direito básico, garantido pela Constituição Federal, e é nesse contexto que vamos atuar para garantir que as crianças estejam na escola, que é o lugar delas. Por isso o slogan desse programa é muito significativo para todos nós”, destacou Viterale.

 

Nos trabalhos em campo, técnicos do programa vão realizar visitas pelos bairros, de porta em porta, e mapear os motivos pelos quais a criança está fora da escola. “Na busca ativa a Secretaria de Educação vai detectar a demanda reprimida por vaga na cidade e identificar crianças de zero a seis anos que ainda estão fora da escola”, disse a subsecretária de Educação, Fábia Costa, ao observar que a melhoria do atendimento no ato da matrícula e a permanência do aluno na escola são focos essenciais do programa.

 

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), em 2015, no Brasil, mais de 2,8 milhões de crianças e adolescentes de quatro a 17 anos estavam fora da escola. Desse total, mais de 820 mil têm entre quatro e cinco anos de idade.

 

De acordo com Jovelino Alberto de Freitas, diretor da EPG Ione Gonçalves de Oliveira de Conti, o programa vai alcançar meninos e meninas das camadas mais vulneráveis da população. “Ele vai impactar diretamente na vida das crianças ao garantir o direito de aprendizagem, alimentação, acolhimento, além de muitos outros benefícios oferecidos pela Prefeitura”, disse.

 

O problema da evasão escolar foi agravado ainda pela pandemia do coronavírus, que trouxe, muito além dos impactos sociais, a transformação do ambiente educativo e das relações pessoais dentro das escolas. O diretor da unidade ressaltou ainda que com o avanço da vacinação de crianças a expectativa é grande com a instauração do programa Busca Ativa. “Sabemos que muitos pais perderam seus empregos e agora necessitam da escola pública. Esse atendimento vai ser um desafio, mas só reforça nosso compromisso de ninguém fora da escola”, destacou.