Guarulhos é a 12ª cidade brasileira que mais gerou empregos em 2022

0
348

 

A cidade de Guarulhos ocupa o 12º lugar na lista das que mais geraram empregos em 2022, com um saldo positivo de 18 mil novas carteiras assinadas entre janeiro e dezembro. A cidade contabilizou cerca de 170 mil admissões e 152 mil desligamentos, o que posiciona a cidade atrás apenas de capitais como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF) e Belo Horizonte (MG). Os dados foram divulgados nesta semana pelo governo federal por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

 

Foto: Diego Secco/PMG

 

O mês com mais admissões foi agosto, com 15.488 contratações, enquanto que o mês com o melhor saldo entre contratações e demissões foi setembro, atingindo a marca de 2.644. Em dezembro de 2022, quando acontecem muitas contratações temporárias por conta das festas de Natal e Ano Novo, a cidade teve 10,3 mil carteiras assinadas.

 

“Esses números refletem os esforços de nossa gestão para manter as empresas em Guarulhos e atrair empreendimentos. Uma das políticas públicas mais efetivas é a geração de empregos”, afirma o prefeito Guti.

 

Centro Integrado de Emprego, Trabalho e Renda

 

A Prefeitura de Guarulhos disponibiliza hoje diversas políticas de incentivo ao emprego. O Centro Integrado de Emprego, Trabalho e Renda (Ciet) é uma delas. O equipamento funciona como uma agência de empregos gratuita que recebe a população e faz a conexão com empresas parceiras que busquem funcionários. São quatro unidades ativas no momento: Centro (avenida Monteiro Lobato, 734 – Macedo), Pimentas (estrada do Capão Bonito, 65 – Conjunto Marco Freire), Cumbica (avenida Atalaia do Norte, 544 – Cumbica) e Vila Augusta (avenida Antônio Iervolino, 225 – Vila Augusta).

 

Além disso, o governo municipal trabalha constantemente o contato com empresas que desejam se instalar em Guarulhos. A qualificação profissional da população também é parte central do planejamento, já que com frequência são oferecidas centenas de vagas em cursos de capacitação. “É preciso que as novas empresas que estão chegando encontrem a mão de obra necessária na própria cidade. Por isso investimos tanto em qualificar nossos jovens e adultos”, explicou Toninho Magalhães, secretário do Trabalho.