GRU Airport demite 200 funcionários

0
711

 

A Concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos S.A., que administra o GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, iniciou um processo de demissão dos funcionários que trabalham no maior terminal da América Latina.

 

Segundo o Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina), desde a última quarta-feira (1°) foram demitidos 200 funcionários, de um total de 1.400 trabalhadores. Somente no Terminal de Cargas, mais de 40 aeroportuários foram dispensados.

gruairport
Foto: Ivanildo Porto

 

“Não houve acordo. São 200 famílias na rua da amargura. O trabalho desenvolvido hoje pela empresa é de assédio moral, porque ela tinha como compromisso trazer emprego e desenvolvimento e agora ela argumenta que diminuiu o número de passageiros”, afirmou um dos diretores do sindicato, Samuel Santos.
O Sina pretende questionar as demissões em massa no aeroporto junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e ao Ministério dos Transportes, e pedir uma auditoria da agência com o intuito de verificar se essa redução de mão de obra não comprometerá a segurança operacional no terminal. Também denunciará as demissões em massa ao Ministério Público do Trabalho, à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), e não descarta entrar na Justiça contra a concessionária.

Questionada a concessionária informou que não irá comentar sobre esse assunto.

 

Reportagem: Rosana Ibanez

 

Fonte: Guarulhos Hoje