Governo de São Paulo anuncia vacinação dos ferroviários

0
74

 

O Governo do Estado de São Paulo respondeu às solicitações do Sindicato da Sorocabana e demais sindicatos que representam os ferroviários e metroviários. Por meio de comunicado enviado à entidade, confirmou a inclusão dos ferroviários em grupo prioritário de vacinação a partir do dia 11 de maio de 2021. Todos os ferroviários serão vacinados.

 

 

“Trabalhamos muito para que nossa categoria recebesse o devido respeito e a resposta foi positiva. Finalmente, foram incluídos os ferroviários, que não pararam um só dia durante mais de um ano de pandemia, trabalhando na linha de frente, por ser considerada atividade essencial”, ressalta José Claudinei Messias, presidente interino do Sindicato da Sorocabana.

 

Na primeira fase, serão vacinados os operadores de trens, independentemente da idade. Além deles, todos os trabalhadores que ocupam funções de operação, que tenham 47 anos de idade ou mais, serão imunizados nesse primeiro momento. Também estão incluídos no grupo de vacinação os funcionários de manutenção e os que trabalham nas estações, como segurança e limpeza (incluindo os terceirizados) e bilheteria.

 

As empresas enviarão à PRODESP (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo), por e-mail, a lista de funcionários aptos à primeira fase da vacinação. Esses funcionários receberão e-mail com QRCode, que servirá como verificação de autenticidade, comprovando a elegibilidade para a imunização.

Mesmo com a resposta do governo estadual sobre a vacinação dos ferroviários, o Sindicato da Sorocabana garante que a campanha pela imunização não vai parar. “Até que, efetivamente, a vacinação seja iniciada e estendida a todos os ferroviários, independente da faixa etária, o Sindicato continuará a campanha com adesivos, faixas e coletes”, esclarece Messias.

 

Greve mantida para dia 27 de Abril

 

A greve dos ferroviários da CPTM marcada para o dia 27 de abril está mantida, uma vez que não há nenhum sinal por parte da CPTM de pagamento do PPR 2020 a que os trabalhadores têm direito. Mesmo com previsão orçamentária aprovada, o PPR 2020 não foi pago no dia 31 de março de 2021.