Globo transforma ‘Tá no Ar’ em jogo de raciocínio

0
539

 

A Globo vai reconstruir cenograficamente dois quadros do programa ‘Tá no Ar: A TV na TV’ e levar para dentro da Campus Party Brasil 2018, em formato de jogo. Com o nome de ‘Desafio Globo’, o game terá dois ambientes inspirados em esquetes do humorístico – que estreia nova temporada hoje, 23 de janeiro – e quem participar terá apenas 15 minutos para solucionar enigmas e escapar do local. A elaboração do jogo, que contou com a equipe de roteiro e tecnologia, teve áudios e vídeos gravados pelos atores e redatores finais do programa, Marcelo Adnet e Marcius Melhem, que servirão como dicas aos participantes. Além dos campuseiros, o público não pagante poderá também participar, já que o estande da Globo estará localizado na área open, uma das mais badaladas do evento, que acontece de 30 de Janeiro a 04 de Fevereiro, no Anhembi.

 

Seis pessoas jogarão por vez e deverão solucionar cerca de 10 enigmas para seguir em frente no desafio. Todos eles são baseados em tecnologia, que é o tema central da Campus Party, mas, não precisa ser nenhum gênio no assunto para conseguir decifrá-los. “Um bom observador com pensamento rápido conseguirá adivinhar senhas e manipular objetos. Sensores espalhados em pontos chave da sala detectam as ações corretas e levam a equipe para o próximo enigma”, explica Daniel Monteiro, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Globo.

 

Uma equipe conseguirá monitorar o jogo durante todo o tempo, através de uma sala de controle, e é de lá também que eles poderão liberar mais dicas aos jogadores, conforme solicitado. Mas os criadores do ‘Desafio Globo’ já adiantam um pista valiosa: prestar bastante atenção nas dicas dos personagens interpretados por Adnet e Marcius durante o game.

 

A ideia surgiu no final de 2016 no próprio laboratório da equipe de tecnologia. “Cerca de 100 funcionários participaram, muita gente elogiou a iniciativa e achou interessante usá-la em eventos. O desafio da Campus Party é muito interessante pelo fato dele ser roteirizado junto com o programa ‘Tá no Ar: A TV na TV’. O jogo foi todo elaborado junto com os roteiristas e isso o enriquece ainda mais. Estamos contando uma história bem contextualizada e todos os enigmas são baseados nos quadros, o que deixa o game mais divertido. A ação tem tudo a ver com a galera jovem que frequenta a Campus Party e temos certeza de que será um sucesso!”, garante Daniel Monteiro.