Feirantes reagem a assalto e são mortos no Rosa de França

0
186

 

Na tarde desta quarta-feira (12), às 14h, os feirantes Luciano Fagundes, 32, e o sobrinho, Rodrigo Fagundes, 22, morreram após reagir a uma tentativa de assalto, de acordo com a Polícia Militar, na rua Esther Cabral Pagnoncelli, no bairro do Jardim Rosa de França, próximo do Zoológico e da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro.

 

Foto: Ivanildo Porto

 

A barraca onde estariam as vítimas ficava próximo ao final da feira, que é realizada toda quarta-feira no bairro, e de acordo com a PM, três criminosos teriam descido a rua Wilson Souza e anunciado o assalto na barraca de verduras de Fagundes, quando o tio teria entrado em luta corporal com um dos criminosos, e o sobrinho ao tentar ajudar, também acabou sendo baleado.

 

O Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) foi acionado, porém, as vítimas morreram no local. O Jornal Guarulhos Hoje compareceu a área do crime às 17h30, quando estava sendo realizada a perícia e os corpos ainda não haviam sido levados pelo Serviço de Verificação de Óbitos (SVO).  Segundo a Polícia Civil, os indivíduos teriam levado uma quantia aproximada de R$ 2 mil, e fugiram em um veículo de modelo HB20, pela rua Wilson Souza.

 

Uma testemunha do crime foi levada ao 2° Distrito Policial, onde foi lavrado o boletim de ocorrência. Já um jovem, que preferiu não se identificar e que trabalhava com as vítimas, seria levado para prestar depoimento na Delegacia Seccional, já que a investigação do caso ficará com o Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa de Guarulhos (SHPP).

 

Segundo uma moradora, que pediu para não ser identificada, os dois feirantes eram muito queridos no bairro, e sempre  se mostravam bem alegres. O caminhão da vítima ainda continuava no local, estacionado na rua Wilson Souza e também passou por perícia. Parentes das vítimas foram até a rua, porém, não quiseram conceder entrevista.

 

A barraca de Fagundes estava com diversas caixas espalhadas pelo chão, além de verduras. Até o fechamento desta edição, nenhum suspeito foi preso.

 

Fonte: Guarulhos Hoje