Exposição de Pop art no Adamastor

0
681

 

Um universo de cores se descortina diante dos olhos como deslumbramento. Não é à toa. A explosão multicor está presente na mostra Expopop Iesus Silveira – Viver (ainda) é uma arte, que já pode ser vista no Centro Municipal de Educação Adamastor (avenida Monteiro Lobato, 734). A abertura oficial será nesta sexta, dia 13, a partir das 18h30. Na ocasião, o público poderá conferir a performance da banda Lanorces, abrindo o show da Acapulco Drive-In. O vernissage contará, também, com a discotecagem de Plínio Cesar.

 

 

Expopop traz mais de 20 obras de Iesus Silveira, morto em 2007. É impossível não associar sua obra à do norte-americano Andy Warhol, um dos grandes expoentes da pop art, conhecido pelas pinturas nas latas de sopa Campbell e pelos rostos coloridíssimos de ícones como Marylin Monroe. “Ele (Iesus) era um aficionado pelo Andy (Warhol). Além das obras, o público poderá ver alguns objetos pessoais do Iesus como o espelho que ficava em seu estúdio”, contou Edilson Souza, o Dill, que assina a curadoria da mostra com Alessandro Fagnani.

 

Obras

 

A maior parte das obras não tem título, o que conduz o espectador às mais variadas e psicodélicas interpretações.

 

A sexualidade ganha vazão na libido à flor da pele em um dos quadros, que parece inacabado. Na pintura em acrílica sobre tela, mulheres aladas e desnudas aparecem entre folhinhas de maconha e poses sexuais com parceiros. Escritos em inglês como hot love (amor quente, em tradução livre) e insanity (insanidade) conferem à obra o seu contexto peculiar.

 

Perversões à parte, Expopop também traz paisagens, algumas retratando o bairro do Cabuçu, e singelos pássaros em um lago azul.

 

Colagens e fotos aguçam a fantasia. Um destes trabalhos traz um rapaz marombado segurando uma pomba branca, contornada em azul. O rosa dos cabelos, sobrancelhas e unhas contrasta com o verde vibrante de seus olhos. O esboço do rosto do jovem e a pomba são recriados duas vezes criando um efeito óptico.

 

“Uma das técnicas do Iesus era transformar fotografias e imagens no Corel Draw. Depois ele riscava na tela e fazia a pintura”, explicou Dill, um dos curadores.

 

A cantora Elis Regina é retratada em tons de azul, com rosas à esquerda e à direita, numa composição co-assinada por Alessandro Fagnani.

 

Sobre o artista

 

Guarulhense , polêmico e irônico, Iesus Silviera era um artista polivalente: pintava, compunha letras de música e atuava como designer gráfico e jornalista, sendo responsável pela edição de revistas alternativas como Guarulhos MudaFala e fanzines diversos. Grande ativista político, era engajado, também, na prevenção do HIV, integrando o Grupo Independente de Prevenção de Aids (Gipa).

 

Trabalhou na Secretaria Municipal de Comunicação e, concomitantemente, desenvolvia trabalhos de design gráfico para a Secretaria Municipal de Educação, tendo sido responsável por cartazes e calendários.

 

Era em seu Studio Brisa, no Bom Clima, onde também vivia, que Iesus criava, encontrava amigos e repassava seus conhecimentos, além de divulgar novos artistas, sempre com o compromisso de fomentar a cultura em sua cidade.

 

Serviço

 

Expopop Iesus Silveira – Viver (ainda) é uma arte

Centro Municipal de Educação Adamastor – Avenida Monteiro Lobato, 734, Macedo.

Até 29 de março, diariamente, das 9h às 22h.

Entrada franca.

 

Fonte: Prefeitura de Guarulhos