Ex-aluno da EJA faz palestra inspiradora para demais estudantes da modalidade

0
79

 

Aprender a ler, escrever e aprofundar os conhecimentos sobre o mundo é, para muitos, um sonho que foi adiado. Contudo, nunca é tarde para realizá-lo. A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma modalidade oferecida pela Prefeitura de Guarulhos em 28 escolas-polo da rede municipal para pessoas que não tiveram a oportunidade de concluir o ensino fundamental na idade apropriada.

 

 

A EPG Anísio Teixeira, uma das escolas-polo da rede que oferece a modalidade EJA, realizou ao longo do semestre o projeto Trabalho e Empreendedorismo e, na última semana, promoveu palestra com Joselito Ramos de Oliveira, de 73 anos, ex-estudante da EJA da Prefeitura.

 

Durante a palestra Joselito contou sua trajetória, que começa como linotipista, o operador de máquinas de linotipo, processo de impressão feito por meio de uma máquina de composição de tipos de chumbo, profissão interrompida com a chegada da tecnologia aos meios de comunicação.

 

Joselito conta que os jornais, livros e revistas que eram compostos e editados por meio do linotipo passaram a ser produzidos e editados por computadores.

 

Nessa época ele trabalhava em uma linotipadora gráfica no bairro do Cambuci, em São Paulo, e por meio desta firma foi convidado a fazer parte da modernização na Fundunespe (Fundação para o Desenvolvimento da Unesp), que estava implantando em seu sistema a tecnologia de computação gráfica. Ele trabalhou lá durante oito anos.

 

Vontade e perseverança para realizar seus sonhos

 

Com o divórcio e já aposentado, Joselito conta que resolveu voltar a estudar e matriculou-se na EJA da EPG Dorival Caymmi, para concluir o ensino fundamental, e na Escola Estadual Pimentas VII, para concluir o ensino médio.

 

Em 2017 Joselito prestou o Enem e, com a ajuda de um amigo, o professor Marcos Vinícius de Melo e de sua esposa também professora, conseguiu uma bolsa integral em ciências da computação na Universidade de Guarulhos (UNG). Em outubro do ano seguinte, por ser o aluno mais velho da universidade e vindo da Educação de Jovens e Adultos, foi convidado a fazer uma matéria para o Globo Repórter, da Rede Globo. Para assistir ao episódio acesse https://youtu.be/2Oc4A91r6Fw.

 

“Voltei a estudar com 65 anos, fiz três anos de EJA e quatro de ensino superior. Hoje sou formado em ciências da computação. Atualmente, às vésperas de completar 74 anos, meu maior prazer e orgulho é participar de eventos e palestras como essa na EPG Anísio Teixeira. É gratificante ser um exemplo de vontade e perseverança para pessoas que querem e podem realizar seus sonhos e objetivos. Para se adquirir conhecimento não há idade nem tempo”, destacou Joselito.

 

De acordo com a coordenadora pedagógica da EJA, Vanusa Ribeiro dos Santos, a palestra foi muito bem recebida pelos demais estudantes da EJA. “O Joselito é a personificação de que é possível estudar, se formar, exercer uma profissão e a idade não é empecilho. Ele está muito próximo da realidade deles, foi aluno da EJA, prestou o Enem, conseguiu bolsa integral na Universidade de Guarulhos e se formou neste ano. Ele é bastante eloquente e fala muito bem”, comentou.

 

Aprender ao longo da vida é um direito de todo cidadão. Em Guarulhos, a Secretaria de Educação oferece a Educação de Jovens e Adultos, modalidade de ensino que tem como finalidade atender indivíduos que foram privados da escolarização na idade adequada e que, indiscutivelmente, têm direito ao domínio dos saberes e conhecimentos necessários para bem exercer a cidadania. A EJA atende a população com idade superior a 15 anos que não teve acesso à escola ou desistiu dos estudos precocemente.