ETEs da capital aumentarão a capacidade para tratar o esgoto de Guarulhos

0
153

 

As duas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) da cidade de São Paulo que atendem Guarulhos, Parque Novo Mundo e São Miguel, serão ampliadas nos próximos três anos para atender à demanda da população guarulhense, medida que irá beneficiar cerca de 600 mil munícipes diretamente. As ETEs são operadas pela Sabesp, que firmou parceria no final de 2019 com a Prefeitura para tratar o esgoto produzido na cidade.

A reforma na ETE São Miguel aumentará a capacidade de tratamento de 1.900 litros por segundo (L/s) para 2.700 L/s e irá atender 200 mil guarulhenses, enquanto que a ETE Novo Mundo, que passará a tratar 4.200 L/s, contra 2.500 L/s atualmente, atenderá uma população estimada em 400 mil pessoas. O investimento em ambas as unidades será de R$ 220 milhões, o que inclui a construção de coletores-tronco para levar os dejetos produzidos até as estações.

“Trata-se de um projeto fundamental para que atinjamos a universalização no tratamento de esgoto. As duas ETEs na capital atenderão praticamente metade dos moradores de Guarulhos, o que reafirma o compromisso dessa gestão com o meio ambiente e com a saúde dos habitantes”, disse o prefeito Guti. As ETEs São Miguel e Parque Novo Mundo tratam o esgoto principalmente da região central da cidade, de bairros como Vila Galvão, Gopoúva e Ponte Grande, entre outros.

 

 

Cabuçu e Fortaleza

A Sabesp irá construir, em Guarulhos, duas estações de tratamento de esgoto, nos bairros Cabuçu e Fortaleza. A previsão é que as obras estejam prontas no segundo semestre de 2023.

A ETE Cabuçu irá tratar 82 L/s de uma população estimada em 30 mil pessoas daquele bairro e do Recreio São Jorge. Por sua vez, a ETE Fortaleza tratará 80 L/s de esgoto de 25 mil pessoas do bairro homônimo. O investimento em ambas será de R$ 38 milhões.

 

A construção das ETEs implica também obras de coletores-tronco nas regiões citadas. A ETE Jardim Fortaleza será erguida na avenida Prefeito Antônio Pratici, enquanto que a ETE Cabuçu estará localizada na estrada do Cabuçu, próxima ao Rodoanel Norte.

As obras nas quatro estações citadas beneficiarão diretamente mais de 650 mil pessoas e indiretamente toda a população de Guarulhos e de cidades do entorno, já que o esgoto deixará de ser despejado em córregos e, por fim, no rio Tietê.