Estudantes engajados com Plano Diretor de Turismo

0
549

 

A Universidade UNG assinou, nesta semana, o convênio com a Prefeitura de Biritiba Mirim, para o Plano Diretor de Turismo. A reunião contou com a presença do vice-reitor da UNG, Ricardo Marafon, do secretário adjunto de turismo do estado de São Paulo, Romildo Campello, da diretora de turismo regional da Sectur, Waldirene Ricanelo, do secretário de turismo de Biritiba Mirim, Jonne Ferrari e do prefeito da cidade, Jarbas Ezequiel de Aguiar.

 

ung-plano-turismo
O Prefeito Jarbas Ezequiel com o vice-reitor Marafon

 

O Plano Diretor Turístico, chamado também de PDTur, será realizado no âmbito da prefeitura e elaborado por discentes do 2º ano do curso de Turismo, sob a coordenação da professora Claudia Parra. O projeto visa apontar diretrizes para o desenvolvimento das atividades turísticas do município, apresentando os elementos necessários para um turismo sustentável de longo prazo.

 

O plano será exercido durante o ano de 2017, pelos alunos que cursam o 3º semestre da disciplina “Planejamento e Organização do Turismo”. No início, eles pesquisarão quais as condições geográficas, culturais e ambientais da região, para elaborar as propostas que serão aprimoradas durante as visitas monitoradas, realizadas no semestre seguinte, pela mesma turma. No final do ano, o projeto será entregue à prefeitura, que, a partir dele, saberá como realizar melhorias turísticas na cidade.

 

“É um trabalho de verdade. Realizado com o envolvimento total dos nossos alunos. Eles são muito comprometidos e o resultado tem sido extremamente positivo”, comenta Claudia Parra. A coordenadora menciona ter trabalhado no setor público e afirma existir dificuldades de encontrar mão de obra qualificada neste segmento. Para ela, a área é muito carente e o projeto pode ajudar a mudar este quadro.

 

Mas os estudantes não são os únicos a ganhar com esta parceria. O secretário adjunto de Turismo de São Paulo, Romildo Campello, explica que este documento faz parte do procedimento para o reconhecimento do potencial turístico da cidade pelo Estado. Para que, a partir desta e de outras requisições, Biritiba Mirim possa concorrer ao título de Município de Interesse Turístico e receber fomento do Governo para a implementação dos projetos apresentados pelo PDtur. Capello aponta ainda para os benefícios de empregabilidade que o turismo pode propiciar para Biritiba Mirim.

 

Além do trabalho, para o Prefeito Jarbas Ezequiel de Aguiar, o desenvolvimento turístico trará identidade ao município e deixará seus 35 mil habitantes orgulhosos. “O que dói para os moradores é quando perguntam: onde fica Birtiba Mirim? E o pessoal tem que responder: entre Mogi e Salesópolis. Eu tenho certeza que o turismo vai fazer a cidade aparecer no mapa”, diz o prefeito.

 

Diante disso, o secretário reconhece: “A UNG tem sido a única universidade que tem desenvolvido planos diretores de turismo de alta qualidade sem cobrar por isso e tem seu método de pesquisa reconhecido pelas condições técnicas da Secretaria”.

 

Os estudantes já realizaram o Plano Diretor de Santa Isabel, Nazaré Paulista e Bom Jesus dos Perdões. “O primeiro foi com a cidade de Santa Isabel. Hoje o plano já foi aprovado, já passou pela Assembleia Legislativa e está na Secretaria do Estado de Turismo como um dos planos exemplo e modelo do Estado de São Paulo”, conclui a professora Claudia Parra.