Eleitos tomam posse no Teatro Adamastor

0
499

 

Em sessão solene no Teatro Adamastor, os vereadores, o prefeito e o vice-prefeito de Guarulhos tomaram posse no primeiro dia do ano de 2017. Os trabalhos foram presididos pelo parlamentar Romildo Santos (DEM), o vereador mais votado nas eleições. Nesta 17ª legislatura da Câmara Municipal, 34 vereadores farão parte do Poder Legislativo, 19 deles foram reeleitos, para um mandato de mais quatro anos. O parlamentar Gilvan Passos (PSDB) se licenciou para assumir a Secretaria de Segurança Pública e o vereador suplente Geraldo Celestino já tomou posse durante a Sessão.

 

Foto: Nico Rodrigues
Foto: Nico Rodrigues

 

Antes de serem empossados, os vereadores aceitaram o compromisso regimental, que foi lido pela parlamentar Janete Pietá (PT). Nele, os edis se comprometeram a cumprir e fazer cumprir as leis e a exercer o mandato na defesa da liberdade, da justiça social, da igualdade de direitos, dos demais valores fundamentais do homem e na promoção do bem estar geral do município e do povo.

 

Logo após a posse dos vereadores, Gustavo Henric Costa, o Guti (PSB), tomou posse como prefeito de Guarulhos, pelo período 2017-2020. Ele substitui a Sebastião Almeida, mandatário da cidade nos últimos oito anos.  O vice-prefeito, também empossado, é Alexandre Zeitune (REDE).

 

Em seu discurso, Guti falou principalmente sobre os desafios que terá pela frente: “Temos o desafio de ser espelho de uma nova sociedade mais participativa, deixamos de ser as autoridades eleitas para sermos servidores”, definiu.

 

O novo prefeito fez uma previsão sobre os primeiros meses da gestão: “Estamos em uma situação financeira delicada, certamente vamos priorizar de início o equilíbrio de contas, mas estou otimista em, junto com a população, fazendo uma política diferente, dar melhor qualidade de vida a Guarulhos”.

 

Eleição da Mesa da Câmara

 

O vereador Eduardo Soltur (PSD), da chapa Reconstrução com Ética e Transparência Administrativa foi eleito presidente da Câmara com 27 votos. O vereador Edmilson Souza (PT), da chapa Renovação também disputou o cargo, mas recebeu sete votos. A mesa eleita tem a seguinte composição: 1º vice-presidente Pastor Anistaldo (PSC); 2º vice-presidente Lamé (PMDB); 1º secretário Ramos da Padaria (DEM); 2º secretário Thiago Surfista (PRTB); 3º secretário Betinho Acredite (PTB); e 4º secretário Lauri Rocha (PSDB).

 

O vereador eleito, que já esteve na presidência da Câmara por dois mandatos, disse que sua prioridade será transferir as instalações da Casa para um prédio próprio, com a finalidade de eliminar as despesas de locação. “Hoje gastamos cerca de R$ 300 mil com aluguel, e infelizmente o dinheiro vai para o ralo”, lamentou. Soltur afirmou que as principais conquistas das gestões anteriores foram a implantação do Telecentro Cidadão e a compra do imóvel da antiga empresa Tapetes Lourdes, onde serão as futuras instalações do Legislativo. O ex-presidente, Professor Jesus (DEM) declarou que seu mandato foi pautado por um trabalho transparente, que cooperou para a otimização de recursos por meio da revisão de contratos.