Educação retoma chamada de estagiários para atuação nas escolas da rede municipal

0
97

 

A Secretaria de Educação de Guarulhos retomou a chamada de estagiários para atuação na Educação Infantil e Ensino Fundamental nas escolas da rede municipal. Na última quinta-feira (29) os estagiários, graduandos do curso de pedagogia, escolheram a sede de exercício, na qual atuarão no projeto Na Diferença se Faz e se Aprende, iniciativa que objetiva integrar e ampliar o apoio à inclusão escolar.

 

Foto: Camila Rhodes

 

Os estagiários vão contribuir na garantia da permanência e da qualidade da educação dos educandos com deficiência e transtorno do espectro autista. Eles também prestam auxílio pedagógico aos alunos através de atividades em sala regular de ensino, com supervisão dos professores que recebem as orientações do professor-coordenador de Programas Educacionais do Atendimento Educacional Especializado (AEE).

 

Estudante do 3º semestre do curso de pedagogia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Carolina Viana, de 19 anos, escolheu a EPG Mariazinha Rezende Fusari, no Jardim Presidente Dutra, como local de exercício. “Acredito que vou me sair muito bem, cuidar de uma criança com deficiência parece um desafio bem grande estou certa que essa experiência com os professores e alunos no dia a dia vai contribuir bastante com a minha formação”. Moradora da região do bairro Jardim São João, Carolina conta que, a partir do 5º semestre, os estudantes do curso de pedagogia da Unifesp cumprem a residência pedagógica, oportunidade oferecida aos estudantes de se aproximarem do universo escolar no que diz respeito a prática pedagógica, gestão escolar e inclusão.

 

Já Rafael Clóvis Cristovam, de 39 anos, aluno do 5º semestre do curso de pedagogia do Centro Universitário Claretiano, escolheu a EPG Walter Efigênio, no Parque São Miguel. Rafael também é formado em educação física e acredita que a combinação dessas duas graduações vai agregar grande potencial em sua atuação. “Ter as visões de ambas as áreas, da motora e da pedagógica, vai permitir um trabalho diferenciado com os tipos de deficiência que vou encontrar na escola”, explica Cristovam ao contar que a área de educação física permitiu a ele experiência e convivência com alunos de diferentes idades.

 

Na continuidade do chamamento, a Secretaria de Educação contará ainda com estagiários dos cursos de enfermagem e técnico de enfermagem, sendo que a carga horária do estágio será de seis horas diárias, totalizando 30 horas semanais.