Criminosos utilizam editais para cometer extorsões

0
494

Muitas fraudes que acontecem com cobranças indevidas de dívidas, que atualmente chegam por e-mail ou pelo telefone, se devem a necessidade dos Tabeliães de Protesto de Títulos só poderem protestar uma pessoa quando ela é intimada, e uma das formas de intimação é publicar um edital com o nome e documento do protestado.

editais-guarulhos

Os criminosos se aproveitam da situação e, com os dados dos intimados em mãos, fazem uma busca simples na internet e muitas vezes conseguem e-mail ou telefone da pessoa, e disparam comunicados informando que ela deve pagar senão será protestada.

“Nestas fraudes, normalmente eles pedem para que a pessoa faça um depósito em conta, mas os cartórios nunca trabalham desta forma, as dividas são pagas por boleto. E também não utilizamos e-mail ou telefone para intimar as pessoas. Quando alguém cai nesta fraude não temos o que fazer, pois a cobrança foi feita por um fornecedor inexistente”, explicou Marcelo José Ferreira, escrevente do 2º Tabelião de Protesto de Letras e Títulos de Guarulhos.

De acordo com o escrevente, a frequência deste tipo de golpe diminuiu nos últimos anos, pois as pessoas já sabem que estas cobranças não chegam por e-mail ou telefone. Quem recebe constantemente estas tentativas de fraudes é a estudante Mariana Yumi Cabral, de 22 anos.

“Vejo de vez em quando este tipo de e-mail, falando que tenho algum débito a regularizar. Não acredito e nunca fui atrás disso, pois eu sei que cobranças não chegam desta maneira. E meu nome continua limpo”, disse.

O Procon de Guarulhos foi questionado a respeito de reclamações do tipo, mas informou que não tem dados significantes a respeito do assunto e afirmou que esporadicamente algumas pessoas vão ao local com boletos falsos, para tirar dúvidas sobre o que fazer, e o órgão orienta a não fazer o pagamento.

 

Fonte: Guarulhos Hoje