Compostagem caseira garante produção de hortaliças para família e vizinhos

0
78

 

A dona de casa Nubia Magali Pinheiro Costa, 57 anos, é daquelas que coloca coentro em tudo. Frango, feijão, peixe, salada, nada escapa da hortaliça colhida no quintal de casa. Talinhos viçosos de coentro orgânico são apenas um dos itens produzidos na pequena horta caseira cultivada por seu esposo, Ivo Conceição Costa, 65 anos, em uma caixa d´água cortada ao meio e equipada com um sistema de drenagem que ele mesmo montou sobre a laje da residência do casal no Jardim Moreira.

 

 

A lista é grande: tem alface, couve, salsinha, cebolinha, orégano, pimenta, gengibre, alho, açafrão, manjericão, erva cidreira e capim santo fresquinhos e sem nenhum aditivo químico, em quantidade suficiente para as oito pessoas da família e ainda para presentear os vizinhos. A alta produção é garantida com adubo orgânico feito por meio de compostagem. Em uma espécie de tambor, Ivo deposita folhas secas recolhidas em praças e até mesmo nas calhas da própria casa e espera até que se transformem em um composto rico em nutrientes, que enriquece o solo das suas amadas hortinhas. Cada ciclo de compostagem dura cerca de dois meses.

 

Em tempos de preços altos e dinheiro curto, Ivo ressalta a economia proporcionada por sua produção caseira. “Nem sei dizer quanto economizo por mês, mas sei que só de coentro, alface e cebolinha é um bom dinheiro”, diz.

 

Reforço

 

Recentemente a composteira da família ganhou um reforço com a adesão da irmã de Ivo, a nutricionista Zerbênia Bispo da Costa, que há cerca de dois meses começou a incluir folhas de frutas e de legumes no processo de compostagem. “Descobri que é possível transformar cascas de alimentos em adubo de alta qualidade de um modo muito simples e praticamente sem nenhum custo, nos cursos online sobre compostagem oferecidos pelo Programa Lixo Zero da Prefeitura. Desde então tenho trazido esses resíduos da minha casa para a composteira do meu irmão e também estou plantando a sementinha da sustentabilidade junto a várias pessoas”, diz Zerbênia, que conta com a ajuda de suas três filhas, Huara, Samira e Kiara, de 16, 12 e dez anos, respectivamente, na separação dos resíduos.

 

Impacto

 

De acordo com dados do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil, quase da metade (45%) do volume de resíduos recolhidos em Guarulhos, mil toneladas por dia, poderia ser destinado à compostagem, o que aumentaria significativamente a vida útil do aterro sanitário e pouparia valiosos recursos naturais. “Caso houvesse a adesão de toda a cidade à compostagem Guarulhos deixaria de depositar em média 450 toneladas de resíduos orgânicos por dia no aterro”, explica Rodnei Minelli, secretário de Serviços Públicos.

 

Conscientização

 

Para conscientizar a população e levar conhecimento sobre compostagem caseira, entre outros temas ligados à sustentabilidade, a Prefeitura promove palestras em escolas, empresas, entre outros locais, além de eventos e capacitação de funcionários e moradores de condomínios residenciais. Também é possível aprender no grupo Clube dos Composteiros no WhatsApp: (11) 94384-5250.

 

Já na Área Educacional de Compostagem, no Taboão, é possível retirar gratuitamente, mediante agendamento por telefone (2468-7204 ou 2468-7208), adubo orgânico pronto para usar.

 

2ª Semana da Compostagem

 

Teve início nesta segunda-feira (2) em Guarulhos a 2ª Semana da Compostagem – Receita para a Regeneração: Compostar. O evento ocorre no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – Guarulhos (avenida Salgado Filho, 3.501), com transmissão ao vivo pelo canal do Instituto Federal no YouTube.

 

Na sequência serão apresentadas palestras sobre compostagem em Guarulhos, biogás e as possibilidades de aproveitamento de resíduos sólidos urbanos para sua geração, montagem de vaso compostor, compostagem em condomínios, reaproveitamento de folhas secas e plantio de hortas em calçadas.

 

A agenda segue na terça-feira (3) com oficina online sobre montagem de minhocário, às 14h, e apresentação de caso de sucesso de compostagem em escola. Todas as palestras poderão ser acompanhadas ao vivo pela página do Sincomércio de Guarulhos no Facebook.

 

Acompanhe a programação completa em lixozero.guarulhos.sp.gov.br.