Com alto índice de vacinados e queda nos casos de covid, Guarulhos desativa UCCGs nesta quinta-feira

0
115

 

Dois anos após o inicio da pandemia do novo coronavírus, no momento em que Guarulhos apresenta 2.814.961 (mais que o dobro da população) de doses da vacina contra a doença já aplicadas, a Prefeitura desativa nesta quinta-feira (24) as quatro Unidades de Combate a Covid-19 e Gripe (UCCGs), que começaram a funcionar em 30 de janeiro.

 

Foto: Nicollas Ornellas/PMG

 

Os polos receberam, em espaços separados, pacientes que apresentaram sintomas gripais no momento em que o Brasil verificou um grande aumento no número de novos casos da doença em decorrência da chegada ao país da variante ômicron, além de um forte surto da gripe H3N2. Ao todo foram atendidas mais de seis mil pessoas durante esse período.

 

Localizadas em cada uma das quatro regiões do município, as UCCGs funcionaram junto às Unidades de Pronto Atendimento São João e Dona Luiza e às Unidades Básicas de Saúde Parque Cecap e Cidade Martins. Nesses dois meses, período previsto de funcionamento, cada uma atendeu a população com equipes médicas, sala de classificação de risco, de espera e de medicação.

 

Com 12 profissionais de saúde em cada unidade, entre médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem, além de uma equipe de apoio formada por recepcionistas, administrador e auxiliar de limpeza, elas funcionaram todos os dias da semana das 7h às 19h.

O trabalho executado por essas quatro unidades deu suporte aos pacientes de síndrome respiratória aguda grave e, com isso, as UBS conseguiram retomar os agendamentos das consultas de outras especialidades, voltando à rotina normal de período pré-pandemia.