Bosque Maia tem oficina aberta de danças circulares neste domingo

0
187

 

Todas as pessoas interessadas em participar de uma atividade diferente e que propõe um encontro consigo mesmo, com a comunidade e com a diversidade cultural dos povos, não podem perder a oficina aberta de danças circulares que vai acontecer neste domingo (28), das 10 às 12 horas, na tenda verde do Bosque Maia. Totalmente gratuita, a atração integra o Programa Movimenta Saúde, que estimula a reflexão de um tema diferente a cada mês e a prática de exercícios físicos.

 

Incluída na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares do SUS em 2017, a dança circular oferece espaço de promoção de saúde e valoriza particularidades, abrangendo públicos heterogêneos e de diferentes faixas etárias. Durante a atividade, os indivíduos dançam juntos, em círculos e, aos poucos, começam a internalizar os movimentos, liberar a mente, o coração, o corpo e o espírito.

 

Por meio do ritmo, da melodia e dos movimentos delicados e profundos, os integrantes da roda são estimulados a respeitar, aceitar e honrar as diversidades. O principal enfoque na dança circular não é a técnica em si, mas sim o sentimento de união de grupo, o espírito comunitário que se instala a partir do momento em que todos, de mãos dadas, apoiam e auxiliam os companheiros.

 

Dessa forma, ela auxilia o indivíduo a tomar consciência de seu corpo físico, harmonizar o emocional, trabalhar a concentração e estimular a memória. Ao incentivar o respeito amoroso ao Planeta, se caracteriza também como uma proposta de educação ambiental, contribuindo para o desenvolvimento humano, pessoal e a interação grupal, através da criação de vínculos e relações de solidariedade entre os participantes.

 

“Sendo assim, a prática das danças circulares melhora as relações sociais, as quais também são indicadas em pesquisas nacionais e internacionais como protetivas de saúde. Além disso, favorece o senso de bem-estar e fortalecimento da cidadania”, explica Denise Antunes Castanho, uma das focalizadoras da dança, juntamente com Vilma Carneiro, Jane Botelho, Vânia Nunes, Mércia Gonzaga, Luís Fabiano e Fabú Valente.

 

Serviço

 

Oficina Aberta de Danças Circulares

 

Quando: Sempre no último domingo de cada mês (exceto dezembro)

Local: Tenda Verde do Bosque Maia: Av. Paulo Faccini, s/n° – Jardim Maia

Horário: Das 10 às 12 horas

Informações: [email protected]