Blitz da Virada reúne forças de segurança para inibir ações de motoqueiros neste final de ano em Guarulhos

0
125

 

O prefeito de Guarulhos, Guti, reuniu na manhã desta quinta-feira (26) em seu gabinete no Paço Municipal representes das forças de segurança para definir uma ação estratégica para inibir a ação de motoqueiros nas ruas da cidade durante o próximo final de semana e o Réveillon. A “Blitz da Virada” será uma megaoperação que terá início nesta sexta-feira (27) e vai se estender até a próxima quarta-feira, dia 1º, reunindo agentes da Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito e Polícia Rodoviária Federal.

 

 

A Blitz da Virada se concentrará na realização de comandos nos mais variados pontos de Guarulhos, incluindo diversos bairros em todas as regiões da cidade para abordar motos que estejam com documentação e equipamentos em situação irregular. As motos serão recolhidas para um pátio disponibilizado pelo Município, exclusivamente para esta ação, de onde só poderão ser retiradas após a regulamentação dos veículos, a partir do dia 2 de janeiro.

 

As blitze serão realizadas a partir desta sexta-feira, a qualquer hora do dia ou da noite, pela Polícia Militar e Guarda Civil Municipal em ruas e avenidas da cidade, principalmente em pontos onde há o registro de grande fluxo de motoqueiros, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal nas principais entradas e saídas de Guarulhos, como nos acessos das rodovias Presidente Dutra e Fernão Dias.  A Prefeitura e a Proguaru disponibilizarão guinchos e caminhões-plataforma para o recolhimento dos veículos. A GCM terá seu contingente reforçado durante estes dias.

 

Guti resolveu promover a força-tarefa depois de uma série de relatos de moradores de Guarulhos, em dezenas de bairros da cidade, sobre as ações de motoqueiros que saíram pelas ruas, sem capacetes, a bordo de motos desprovidas de escapamentos ou com os equipamentos danificados, gerando muito incômodo à população tanto na véspera de Natal como no dia 25. “É função do poder público inibir este tipo de ação. Estamos unindo os esforços da municipalidade com a Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal para punir aqueles que estão atrapalhando o sossego das pessoas de bem e, ainda, causando um verdadeiro clima de terror por toda a cidade”, explicou Guti.