Alunos da Rede Municipal participam de Festival Literário

0
182

 

Contação de histórias, teatro de fantoches, entre outras estratégias de leitura que envolve o Festival Literário “Literalmente Isso…” aguçaram o imaginário dos alunos da EPG Mariazinha Rezende Fusari, no Jardim Presidente Dutra, na última semana. Em parceria com o CEU Presidente Dutra, as crianças se reuniram e fizeram dramatização de história durante a leitura, participaram da leitura dirigida e do manuseio de livros.

 

 

Com base no tema Protagonismo Infantil e Cultura de Paz, as atividades desenvolvidas na unidade escolar focaram a arte literária, com objetivo de estimular a prática da leitura, valorização e utilização dos espaços, encantando e trazendo sempre novos leitores.

 

 “Tudo isso aconteceu num ambiente aconchegante, acolhedor e totalmente pensado para a realização dessas atividades, e o resultado foi que os pequenos amaram”, destacou o coordenador pedagógico Renato Pinto Gotola, sobre uma das ações realizadas pela escola no Festival Literário com os alunos.

 

EPG Dolores Gilabel

 

Na última quarta-feira (17), a EPG Dolores Gilabel Hernandes Pompeo, no Parque Continental II, também proporcionou aos alunos momentos de muita diversão, com apresentação do teatro de fantoches “Chapeuzinho Vermelho”. O evento foi organizado durante a hora-atividade com todos os professores e as atividades foram concentradas ao longo da semana em sala de aula. A programação contou ainda com a participação especial da escritora guarulhense Talita Salvador, para uma atividade com os alunos dos 5ºs anos.

 

“As crianças têm gostado bastante da experiência de outros leitores, além dos professores. É um movimento que envolve tanto os professores da classe, quanto outros professores de toda escola, fazendo um rodízio de contação de histórias”, relatou a diretora Viviane Ribeiro D’Angelo, sobre oportunizar momentos de integração com as crianças.

 

Aproveitando as ações do festival literário, a EPG Dolores Gilabel realizará nesta semana a abertura da “Ciranda Literária”, uma atividade de empréstimos livros com os alunos, com espaço permanente de leitura no pátio da escola para que as crianças possam usufruir tanto na unidade escolar, como também levar para casa.

 

EPG Cândido Portinari

 

Já a equipe da EPG Cândido Portinari, no Cidade Seródio, abordou com os alunos a importância de ouvir, contar e recontar para o desenvolvimento da aprendizagem. Neste sentido, os professores ressaltaram o compromisso com o livro, criando o hábito de contar histórias e despertando a curiosidade nas crianças para que criem suas hipóteses.

 

Foram utilizados diversos recursos como fantoche, livro, painel com cenário, caracterizações para encenação teatral, finalizando com apresentação instrumental de flauta e violino.

 

A professora Tatiane Mello caracterizou-se da personagem Branca de Neve e contou a história para as outras turmas. “Ela contou a história como se realmente se tratasse de uma informação da própria vida, todos adoraram”, elogiou a professora Daniela Vieira.

 

A apresentação contou ainda com a participação das cozinheiras Edilene Maria dos Santos e Valquíria Campos, que contribuíram muito com essas vivências educativas. “Senti um prazer enorme de interagir na escola. Amo tudo o que faço e adorei participar do teatro, me senti uma plena artista. Agradeço as professoras e a direção por confiarem na minha interpretação, o projeto foi maravilhoso”, agradeceu a cozinheira Edilene Maria.

 

O encerramento das atividades foi com a peça “Coelhinho vá dormir”. Ela foi encenada pelas coordenadoras pedagógicas Cintia Cristina Martins e Adriana Mascari de Oliveira, e as cozinheiras Edilene e Valquíria, que encantaram os alunos. As crianças tiveram a oportunidade de entrar em contato com diferentes formas de linguagem e comunicação, desenvolvendo assim a imaginação, expressão e sensibilidade.