Almeida confia em solução para dívida do Saae

0
517

 

O prefeito de Guarulhos, Sebastião Almeida (PT), afirmou na quarta-feira, 25, no Paço Municipal, que acredita que uma negociação “política” pode evitar o caos do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae).

 

O Judiciário exige que o Saae pague R$ 1 bilhão para a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) por calote na conta de água entre 1997 e 2000, além de pagamento inferior à cobrança pela água comercializada a partir de 2001. A decisão não cabe mais recurso. A Prefeitura atrasou pagamento de férias dos servidores em dezembro, não pagou vários fornecedores e não tem dinheiro para aportar na autarquia municipal para saldar a dívida.

 

saae-almeida

Preocupado – Almeida admite que situação financeira é preocupante (Foto: Lucas Dantas)

 

Segundo Almeida, a Sabesp tem reduzido o repasse de água para Guarulhos e isso poderia ser utilizado na negociação para que o Saae não precise pagar de uma vez a dívida. “Vou fazer as tratativas necessárias com o Estado”, disse Almeida.

 

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) ingressou com uma ação direta de inconstitucionalidade contra a parceria público-privada (PPP) que a Prefeitura quer para tratar o esgoto da cidade. Além disso, a OAS, vencedora da licitação, não possui recursos para investimento por causa da Operação Lava Jato. Apesar disso, para Almeida, ainda é possível tratar 80% do esgoto até 2016.

 

Fonte: Folha Metropolitana