Agentes de unidades prisionais da Capital e da Grande SP apreendem suposto K4 escondido em correspondências

0
105

 

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa sobre apreensões de ilícitos em unidades prisionais da Capital e da Grande São Paulo.

 

Capital

 

Os agentes de segurança do Centro de Detenção Provisória “Chácara Belém I”, localizado na zona leste de São Paulo, apreenderam suposto entorpecente similar à droga sintética K4 em duas correspondências. Os ilícitos estavam escondidos de diferentes formas nas caixas de sedex e foram flagrados pelos servidores de plantão durante procedimento de revista.

 

 

Em um dos casos dois papéis pequenos da suposta droga estavam em um fundo falso de pote de margarina. A segunda situação apreendeu também dois papéis pequenos do ilícito, porém, escondidos embaixo das palmilhas de um par de chuteiras. Os flagrantes foram recolhidos e apresentados no 31° Distrito Policial da Capital.

 

Guarulhos

 

No Centro de Detenção Provisória II de Guarulhos, na última sexta-feira (14), foi apreendida uma cartela na cor verde, de suposto entorpecente K4, escondida dentro de uma revista de caça-palavras enviada a um custodiado por correio. O ilícito estava camuflado entre duas páginas da revista, que foram coladas para esconder melhor o material. Os agentes apreenderam a suposta droga e encaminharam ao 8° Distrito Policial de Guarulhos para registro de demais providências do caso.

 

 

Osasco

 

Os agentes do Centro de Detenção Provisória “ASP Vanda Rita Brito do Rego” de Osasco II flagraram 100 unidades de pequenos quadrados de papel, característicos à droga K4, escondidos no interior de um frasco de creme dental. O objeto recheado com o ilícito foi encaminhado via correspondência a um custodiado da unidade prisional por sua irmã. A apreensão foi registrada no 2° Distrito Policial de Osasco.