Agentes apreendem ilícitos em unidades prisionais da Grande SP

0
175

 

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa sobre apreensões de ilícitos realizadas, nos últimos dias, nas unidades prisionais da Grande São Paulo.

 

Franco da Rocha

 

A Penitenciária II “Nilson Silva”  de Franco da Rocha registrou, nos últimos dias, três casos de correspondências contendo ilícitos escondidos em objetos.

 

Na última quinta-feira (27 de agosto), a revista rotina impediu a entrada de objetos ilícitos escondidos em um par de chinelos. O material possuía características do sintético K4 e teria sido enviado pela mãe do sentenciado.

 

 

Agentes de segurança da unidade prisional flagraram, na segunda-feira (31 de agosto) outros 59 pedaços de papel parecidos com o sintético K4 escondidos no interior de tubos de creme dental. Como remetente estava o irmão do preso.

 

Nesta terça-feira (1º de setembro), o aparelho de raio-X da penitenciária flagrou uma placa de aparelho celular escondido na costura de um cobertor, enviado pelo irmão do recluso.

 

Outros três casos ocorreram no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) do município.

 

No primeira delas, a mãe de um preso escondeu no cós de uma calça 202 micro pontos de substâncias parecidas com o K4.

 

Já na segunda, a genitora do recluso camuflou duas porções de suposta cocaína no interior de frascos de desodorante.

 

Na última ocorrência, os agentes de segurança que faziam a revista em um sabão em pedra encontraram, ocultos em seu interior, 245 pedaços de papel com características da droga sintética.

 

Todo material foi encaminhado ao Distrito Policial de Franco da Rocha para registrar boletim de ocorrência.

 

São Bernardo do Campo

Agentes de segurança do Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Bernardo do Campo encontraram, na última sexta-feira (28), pedaços de papel escondidos em meio a fatias de pão.

 

O material, enviado via correio pelo irmão do detento, continha 240 micro pontos semelhantes à droga sintética K4.

 

A mesma técnica foi usada pela mãe do preso nesta segunda-feira, 31. Desta vez, foram encontrados 100 micro pontos de papel, com características do sintético K4, camuflados no alimento.

 

Todo o material foi encaminhado ao 8º Distrito Policial do município.

 

Guarulhos

 

Nesta terça-feira (1º de setembro), na Penitenciária I “José Parada Neto” de Guarulhos, foram encontrados invólucros contendo ilícitos semelhantes à cocaína ocultos em tubos de medicamentos. O material teria sido enviado pela irmã do recluso.

Os ilícitos foram encaminhados às autoridades policiais do município para providências cabíveis.