2ª Bienal do Livro de Guarulhos recebe o imortal Ignácio de Loyola Brandão

0
290

 

A organização da 2ª Bienal do Livro de Guarulhos confirmou a presença do imortal Ignácio de Loyola Brandão. A palestra acontece na terça-feira (31/03), às 20h. Jornalista, cronista e romancista, começou sua carreira literária em 1965 com o lançamento do livro de contos Depois do Sol. Em 2016, recebeu o prêmio Machado de Assis pelo conjunto da obra, premiação que elevou o escritor à categoria de mestre da narrativa.

 

No ano passado foi eleito por unanimidade para ocupar a 11ª cadeira da Academia Brasileira de Letras. Na cerimônia de posse o presidente da ABL, Marco Lucchesi, disse que “Ignácio é um escritor puro-sangue, radical. Sua obra, consagrada no Brasil e no exterior, traz um misto de alta cultura e ironia, olhar incisivo e viés experimental. Os romances Zero e Não Verás País Nenhum já se tornaram patrimônio da nossa ficção”.

Em 2008 ganhou o prêmio Jabuti com o livro infantil O Menino que Vendia Palavras, considerada a melhor ficção do ano. Ignácio de Loyola Brandão tem mais de quarenta livros publicados entre romances, crônicas, contos, livros infantojuvenis, viagens, biografias e peça de teatro. Seus livros foram traduzidos para inglês, espanhol, alemão, italiano, húngaro, checo e coreano.