“Tarifa é feitiço”, diz Gregori

0
248

 

Em aula pública que reuniu cerca de 150 pessoas na terça-feira, 27, à tarde, na Praça Getúlio Vargas, Centro, o ex-secretário de Transportes de São Paulo, Lúcio Gregori, disse que a tarifa é um feitiço. Nos anos 90, ele elaborou um projeto de Tarifa Zero, arquivado na Câmara Municipal.

 

Gregori falou que é um feitiço para o proprietário da empresa de ônibus, para o governo e para os usuários.

 

tarifa-zero-guarulhos

Quem paga a conta? – Quem tem de pagar impostos, diz Gregori (Foto: Silvio Cesar)

 

“É um feitiço para o empresário porque não é ele quem fixa o preço. É também para o governo, pois quando o prefeito aumenta a tarifa, um bando de gente vai se manifestar. Isso causa desgaste político. Para o usuário, pior ainda. Se ele não tiver a grana para pagar, ele não se movimenta”.

 

E para acabar com esse feitiço? Gregori respondeu citando outros serviços gratuitos como a coleta seletiva, o Sistema Único de Saúde (SUS), e a segurança pública. “Estou propondo que o transporte seja igual aos outros serviços, de acesso universal, pelo qual não se paga no ato. E que isso seja bancado por um conjunto de novos impostos a serem cobrados de quem tem que pagar imposto”, explicou.

 

Jovens punks, skatistas, e pessoas que costumam agir em manifestações com rostos cobertos não participaram da aula, que durou 45 minutos.

 

Fonte: Folha Metropolitana