Subsecretária de Políticas da Diversidade toma posse no Dia de Combate à Homofobia

0
138

 

Neste ano, o Dia Municipal de Combate à Homofobia, comemorado em 17 de maio, foi marcado na Prefeitura de Guarulhos pela posse da primeira gestora da subsecretaria de Políticas da Diversidade, Ana Marques. A nova pasta faz parte da recém criada Secretaria de Assuntos Difusos, que engloba também Igualdade Racial, Juventude, Políticas para Mulheres, Acessibilidade e Inclusão, e Políticas para o Idoso.

 

Ana-Marques-guarulhos
Ana Marques quer humanizar a questão da diversidade.

 

Com o órgão, a cidade ganha um novo espaço voltado para inserção e amparo do público LGBT (gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros) na questão de educação e saúde, sem interferir em questões religiosas. “Para combater a homofobia existe uma gama enorme de questões a serem tratadas. Primeiramente dentro de casa. É triste saber que a homofobia começa pelos vizinhos, irmãos e até pelos pais. Temos que ter esse olhar de entendimento, acolhimento e orientação as questões familiares e sociais”, salienta Ana.

 

A nova subsecretária Ana Marques é professora especializada em pré-escola e trabalhou dez anos na educação, em especial com crianças e adolescentes. Deixou o magistério para fazer Direito, onde trabalhou com Direito de Família em casos de transexuais e travestis e de constrangimentos ilegais, entre outras coisas. “Eu sempre digo nas palestras que minha experiência pessoal foi a melhor pós-graduação, um expertise para trabalhar. Tenho uma filha transexual, quando descobri, comecei uma verdadeira saga, pois quando falamos em uma ou duas décadas atrás não se tinha acesso a nenhuma cultura que se falasse de transexualidade. Eu precisava entender o que eram todas essas questões para poder ajudar. Eu resolvi não alterar o barco, eu resolvi fazer o barco andar. Então minha experiência vem de algo pessoal e da minha humanização ao tema”.

 

Desde janeiro, quando foi indicada para o cargo, a subsecretária tem ido aos órgãos da prefeitura. “Acreditamos que o trabalho em rede é saudável, trabalhar em conjunto, em bloco e com os instrumentos que a gente tem é muito importante. Nossa pasta já está entrosada com a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer; a Secretaria de Saúde, e a de Desenvolvimento e Assistência Social. Nós estamos inseridos na Secretaria de Assuntos Difusos e estamos conversando muito com as demais subsecretarias. Na Saúde, por exemplo, em breve haverá um ambulatório para os transgêneros e travestis, um amparo mais especializado, não segregado e sim mais humanizado”.

 

Combate à Homofobia

 

O Dia de Combate à Homofobia é considerado uma importante vitória para o movimento LGBT, pois foi quando ocorreu a exclusão da homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID) da Organização Mundial da Saúde (OMS). A exclusão foi comemorada por pessoas e organizações não governamentais de vários países.