Preso acusado de corrupção no Aeroporto de Guarulhos

0
482

Na tarde desta quarta-feira, no terminal três do Aeroporto Internacional de Guarulhos, a Polícia Federal prendeu o empresário Mariano Marcondes Ferraz, por acusação de corrupção e lavagem de dinheiro. O empresário iria embarcar para Londres, na Inglaterra, no qual é executivo do grupo Trafigura e representante da Decal no Brasil.

mariano-marcondes

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz federal Sérgio Moro, no âmbito da Operação Lava Jato. De acordo com o Ministério Público, nos anos entre 2011 e 2014, ele teria efetuado o pagamento de propinas no valor de U$$ 800 mil ao diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, no qual teria firmado contrato com a estatal.

O Ministério Público Federal revelou que Mariano trabalha e reside no exterior, além de possuir cidadania brasileira e italiana, com muitos recursos depositados fora do Brasil. Segundo o órgão, desde o inicio da Operação Lava Jato, Mariano mudou o padrão de suas viagens internacionais, o que pode ser identificado como um receio de uma eventual prisão.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Fonte: Guarulhos Hoje