Moradores do Parque Boavista querem comprar lotes

0
556

 

Moradores do Parque Boavista, situado na região do Taboão e vizinho ao Santa Edwirges e à estrada do Elenco, estiveram no Bom Clima na quarta-feira, em busca de uma solução que evite a reintegração de posse já sentenciada pela Justiça em favor do proprietário da área ocupada.

 

boavista-guarulhos

Eles tinham por objetivo cobrar do prefeito Sebastião Almeida compromisso de resolver a situação, pois alegam que querem pagar pelos lotes e que o proprietário aceita negociar.

Quando a reportagem do Click Guarulhos esteve na Prefeitura, uma comissão de moradores estava sendo atendida no gabinete. Manifestantes ficaram de repassar informe do resultado da reunião, mas não o fizeram.

Um membro da Adut – Associação de Desenvolvimento Urbano e Territorial disse que a entidade já ajudou moradores do bairro Santa Edwirges a obter um acordo com a Imobiliária Continental e que agora busca auxiliar os ocupantes do Parque Boavista.

Como a lei de loteamentos é bastante complexa, exigindo dos empreendedores pesados investimentos em infraestrutura, tem sido hábito em Guarulhos movimentos organizados promoverem invasões – que preferem chamar de ocupações – e, quando a Justiça dá vitória aos donos das áreas, busca-se por meio de negociação política obter a aceitação da Prefeitura de uma solução paliativa.

Dessa forma, a situação de fato prevalece sobre a lei e um novo bairro surge, sem que os requisitos para um loteamento tenham sido cumpridos. Como em geral há idosos e crianças, o aspecto social é usado como argumento e os loteadores conseguem receber pelo lotes sem ter feito os devidos investimentos. Na sequência, o poder público acaba sendo instado a suprir a região dos melhoramentos que o loteador deveria ter feito se fosse um loteamento aprovado dentro do previsto em lei.

 

Como isso se repete em inúmeras cidades, fica evidente que há profissionais atuando para que esse hábito se dissemine.

 

Fonte: Click Guarulhos