Médico que batia ponto na UPA Dona Luiza e não trabalhava é preso

0
636

 

O médico Pierre Simon, 44, foi preso na manhã desta quarta-feira, 11, após denúncia anônima de que o profissional registrava ponto na unidade em que trabalhava, o PA Dona Luíza, localizado no Jardim Centenário, região do Pimentas, mas não ficava no local para exercer suas funções. O seu horário de trabalho seria das 19h às 7h, às segundas e terças.

 

 

Segundo informações, a Controladoria Geral do Município investigava o caso desde o dia 5 de março. Ainda segundo a reportagem, até mesmo hora extra o médico recebia. Simon trabalha na Prefeitura de Guarulhos há pelo menos 11 anos.

 

Outro médico estaria sendo procurado e mais três pessoas estariam sendo investigadas. O caso foi registrado no 5° DP. Simon era responder por falsidade ideológica e caso seja condenando, poderá cumprir de dois a cinco anos de prisão.

 

Fonte: Click Guarulhos