Caso da UPA São João vira assunto na Câmara

0
403

A Sessão Ordinária de terça-feira, 14, foi marcada por discussões e debates sobre a situação da saúde do município. Diversos parlamentares utilizaram a Tribuna para alertar que a saúde da cidade precisa da atenção de todos.

Aproveitando o tema, a vereadora Genilda (PT) afirmou que, apesar de ser favorável ao prefeito da cidade fiscalizar os equipamentos de saúde, acredita que o prefeito Guti (PSB) tenha exposto funcionários ao postar em redes sociais sua visita a UPA São João.

genilda-na-camara

“A propositura de incitar o ódio nessa cidade não é uma política construtiva. Jogar usuário contra trabalhador não resolve o problema da falta de pagamento do trabalhador, não resolve o problema da qualidade de saúde. Eu sou solidária aos trabalhadores da UPA São João. No lugar deles eu entraria com um processo de assédio moral porque ninguém tem autoridade para me expor numa rede social”, disse a parlamentar na tribuna.

Eduardo Carneiro (PSB), que é o líder de Governo da Casa, disse que não acredita que o prefeito tenha exposto os funcionários e que a fiscalização foi um ato legítimo do prefeito e dos vereadores que também participaram da diligência. Ele ainda ressaltou que a Fundação ABC, que é a administradora da UPA São João, deve ser investigada.

Fonte: Click Guarulhos