Acusado de abuso sexual, Padre é transferido para CDP III de Pinheiros

0
738

O padre da paróquia do Jardim Alice, suspeito de abusar sexualmente de uma adolescente de 14 anos, e que está grávida de ao menos quatro meses, foi transferido do Centro de Detenção Provisória (CDP l), na região da Várzea do Palácio, em Guarulhos, para o CDP III de Pinheiros, no último dia 24 de outubro.

cdp-de-pinheirosFoto: Jorge Araújo/Folhapress

Segundo informações não confirmadas pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), o padre sofreu ameaças de morte durante o cárcere em Guarulhos e teve que ser transferido às pressas para outro local.

Em nota, a assessoria de imprensa da SAP informou apenas que não houve relatos de brigas nos documentos relativos ao caso. O órgão disse ainda que a avaliação de saúde do preso foi realizada no ato da prisão e não apontou problemas na ocasião.

A assessoria também ressaltou que o pároco não está hospitalizado e está no CDP de Pinheiros juntamente com os demais presos de igual perfil. O nome do padre não foi divulgado, já que o caso – por envolver uma menor de idade – está sob “segredo de justiça”.

O próprio advogado da Diocese de Guarulhos, João Biagini, informou ao HOJE que não poderia dar detalhes sobre o caso por causa do “segredo de justiça”. Em outubro, a Diocese divulgou nota em seu site se manifestando oficialmente, pela primeira vez, sobre o caso. A nota foi assinada pelo bispo diocesano, Dom Edmilson Amador Caetano. Ele alegou que “a Diocese não responde por ações individuais ou particulares e que elas são conduzidas para as autoridades”.

Fonte: Guarulhos Hoje