Usuários reclamam de atendimento odontológico em UBS

0
549

 

Alguns usuários estão reclamando de que têm tido dificuldades de fazer tratamento dos dentes em UBSs de Guarulhos, porque faltam equipamentos e materiais.

 

ubs-aracilia-guarulhos
(foto meramente ilustrativa; as queixas não se referem à UBS da foto)

 

Embora nenhum profissional tenha autorizado divulgar seus nomes, averiguou-se que há equipamentos parados por falta de compressores, por defeito em seu funcionamento, ou de cilindros de gás para os compressores, o que estaria impedindo a realização de diversos tratamentos.

 

Materiais básicos de utilização pelos dentistas também têm faltado, segundo relato de profissionais ouvidos.

 

Naturalmente, as gerências das UBSs visitadas não autorizaram a produção de fotos nos locais, mas o relato dos servidores coincide com as queixas dos munícipes.

 

Diante do exposto, solicitamos da Secretaria da Saúde informações quanto à solução para os problemas relatados.

 

RESPOSTA

 

Por meio da Assessoria de Imprensa, a Secretaria da Saúde, da Prefeitura, informou:

“Com relação à queixa sobre o atendimento odontológico, a Secretaria de Saúde informa que está enfrentando problemas herdados da gestão anterior, mas que está adotando todas as medidas necessárias para regularizar a assistência odontológica na Atenção Básica. Já foi realizada avaliação situacional das necessidades da rede e já está em processo de licitação o contrato de manutenção para esses equipamentos.

Além disso, a Secretaria recebeu da Unisa (Universidade de Santo Amaro) 12 cadeiras odontológicas completas, que estão substituindo as que apresentam problemas mediante acordo com a instituição de ensino, que assumiu o processo de instalação. Duas já foram instaladas na UBS Seródio no final de abril e hoje a unidade, que ficou anos sem nenhuma assistência, conta com 80 horas de assistência odontológica.

Uma outra cadeira já foi entregue na UBS São Rafael, que está aguardando ajustes de hidráulica e elétrica para a sua instalação. Na UBS Jardim Cumbica I, duas cadeiras que não apresentavam mais condições de reparo também foram trocadas pela Unisa, que doou ainda compressores para viabilizar o funcionamento.

Além disso, a Secretaria de Saúde está remanejando técnicos que estavam no HMU para efetuar a assistência emergencial dos equipamentos, até que seja firmado novo contrato de manutenção.”

 

Fonte: Click Guarulhos