Um protesto a cada três dias

0
278

 

Levantamento da Polícia Militar revela que Guarulhos teve uma manifestação a cada três dias em 2014. Para efeito de comparação, em 2012, a média era um protesto por semana. Nesta quarta-feira, 28, às 17h, o Movimento Passe Livre (MPL) de Guarulhos realiza o terceiro ato contra o aumento da tarifa de ônibus de R$ 3 para R$ 3,50.

 

De acordo com a PM, foram 107 manifestações em 2014, 125 em 2013 e 51 em 2012. Neste ano, nos primeiros 20 dias do ano, aconteceram apenas dois atos, ambos do MPL. A Prefeitura não possui estatísticas sobre os protestos, mas afirmou garantir o direito a manifestação, desde que seja respeitado o direito de ir e vir.

 

protestos-guarulhos

MPL – Cerca de 200 manifestantes reclamam do aumento da tarifa (Foto: Lucas Dantas)

 

O crescimento dos protestos aconteceu em 2013, justamente após as manifestações de junho, que eclodiram no País durante a Copa das Confederações com críticas à corrupção e ao aumento das tarifas de ônibus.

 

Especialista aposta em alta

 

O sociólogo e cientista político Lúcio Flávio Almeida afirmou que o número de manifestações pode crescer neste ano por conta da crise hídrica e do ajuste fiscal promovido pelo governo federal. Ele disse também que a violência policial pode levar as pessoas às ruas, como ocorreu em 2013.

 

Almeida avaliou que as manifestações perderam força entre 2003 e 2013, durante os governos do PT, mas eclodiram pelos problemas recentes. “Mais pessoas tiveram acesso ao financiamento de automóveis e o trânsito ficou pior.” Thiago Santos, um dos organizadores do protesto de quarta-feira, afirmou que não está claro se haverá novas manifestações pelo MPL. “Vai depender do que acontecer em São Paulo.”

 

Fonte: Folha Metropolitana