Stap não satisfeito com segurança das unidades de saúde

1
368

 

Após uma reunião entre o Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública Municipal de Guarulhos (Stap) com a Secretaria de Segurança Pública, em que foi cobrado um reforço na segurança das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), o comando da Guarda Civil Municipal (GMC) prometeu que irá intensificar as rondas e dará mais atenção aos locais. Mas o Stap não está satisfeito.

De acordo com o Ricardo da Silva, diretor do sindicato, os servidores precisam de mais do que o oferecido. “Nós agradecemos que a Secretaria de Segurança atendeu ao pedido e as rondas serão intensificadas, mas nós queremos mais do que isso. Achamos que o ideal é ter um segurança fixo em cada UBS, não tivemos resposta ainda, mas eles prometeram que vão analisar a proposta”, contou.

 

stap-guarulhos

Algumas ocorrências foram registradas em unidades de saúde recentemente. No início do mês, na Policlínica Jardim Maria Luiza, região dos Pimentas, um médico foi forçado a atender uma criança sob ameaça de arma de fogo, feita pelo pai do paciente. Também em março, na UBS Tranquilidade, dois pacientes se desentenderam, um estava armado, e devido ao susto e ao estresse causado pela briga, a acompanhante de um deles faleceu.

O Stap afirma que os locais mais críticos, onde existem mais problemas de segurança, são as unidades mais movimentadas. “Também temos problemas constantes em UBSs que estão passando por reformas, pois a tensão aumenta”, disse Ricardo da Silva. O sindicato ressaltou que está a disposição para receber denúncias e reclamações dos servidores, tanto por e-mail quanto por telefone.

 

Fonte: Guarulhos Hoje