Sobe para 10 o número de óbitos por febre amarela em Guarulhos

0
477

 

Guarulhos registra mais dois óbitos por febre amarela silvestre, contraídos em área de mata, sendo um autóctone (infectado no município) e o outro importado (contaminado em Mairiporã). Os resultados dos últimos exames confirmando a causa mortis foram encaminhados pelo Instituto Adolfo Lutz à Secretaria Municipal de Saúde essa semana. Com isso, sobe para 10 o número de mortes em decorrência da doença na cidade, dos 25 casos confirmados até o momento.

 

 

O caso contraído em área de mata em Guarulhos é de um senhor de 63 anos, morador do Jardim Fortaleza, que não era vacinado e apresentou os primeiros sintomas em 12 de fevereiro passado. Atendido na UPA São João dois dias depois, ele foi removido, na data seguinte, ao Hospital Geral de Guarulhos e transferido ao Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo, onde faleceu no último dia 25.

 

Já o segundo óbito, ocorrido no último dia 22, é de um homem de 31 anos, morador do Jardim Cumbica, que também não era vacinado e contraiu febre amarela em Mairiporã, onde passou o Carnaval. Ele começou a sentir os primeiros sintomas em 14 de fevereiro passado, foi internado no Hospital Geral de Guarulhos dia 19 e transferido ao Hospital das Clínicas na data seguinte, mas não resistiu.

 

Dos 25 casos de febre amarela confirmados até agora em Guarulhos, 21 são importados e quatro autóctones, ou seja, de pessoas que contraíram a doença no município, sendo que duas delas evoluíram a óbito.

 

Intensificação da vacinação

 

Por conta da queda na procura pela vacina da febre amarela, além de disponibilizar as doses nas 69 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade, a Secretaria de Saúde tem realizado várias ações chamadas de extra muro. Com isso, está imunizando a população em pontos de grande concentração de pessoas, como supermercados, rede de drogarias, praças públicas e estabelecimentos comerciais.

 

As ações para intensificar a vacinação prosseguem nesta sexta-feira (9) no Extra Supermercado do Inocoop, das 9 às 15 horas; no Supermercado X da Ponte Alta, das 9 às 12 horas; no Centro Pop da avenida Brigadeiro Faria Lima, das 8 às 12 horas; e na penitenciária Parada Neto, das 8 às 13 horas.

 

Na próxima semana, as atividades extra muro começam já na segunda-feira (12), com a imunização de 500 funcionários do Aché Laboratórios Farmacêuticos, das 10 às 13 horas. Na terça-feira (13), os profissionais de saúde irão vacinar as pessoas no Internacional Shopping, das 10 às 15 horas. Essa ação terá continuidade até o próximo mês de abril, contemplando também algumas igrejas, terminais de ônibus, rede de supermercados, entre outros estabelecimentos.