Serviço funerário protesta na Câmara

0
577

 

Os trabalhadores do serviço funerário da prefeitura realizaram um protesto na Câmara Municipal ontem. Com faixas e até um caixão, eles reivindicaram uma série de melhorias para a categoria como a criação da gratificação de penosidade, melhoria salarial e adicional de insalubridade em grau máximo (40% do salário). A sessão foi suspensa por cerca de uma hora enquanto uma comissão de trabalhadores foi recebida pelos vereadores.

 

caixao-camara-guarulhos

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública Municipal de Guarulhos (Stap), Pedro Zanotti Filho, eles conseguiram agendar uma Comissão Permanente de Negociação (CPN), para a próxima terça-feira, 10h, com o secretário de Administração e Modernização, Vitor Kleber Almeida Santos. “O salário deles já está defasado. Há mais de um ano que tentávamos essa negociação e nunca os trabalhadores conseguiram”, destacou.

Antes de chegarem à Câmara, eles realizaram uma caminhada entregando uma carta aberta a população onde apresentaram suas principais reivindicações. No texto, os 350 trabalhadores do serviço funerário ressaltam as más condições nos cemitérios, sobrecarga de tarefas, péssimo estado dos uniformes e precariedade dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).

Além de atender os trabalhadores, os vereadores deliberaram um requerimento que solicita informações referentes ao Serviço Funeral gratuito no município. O assunto vem sendo amplamente discutido na Casa, desde que o prefeito Sebastião Almeida realizou algumas alterações, como o valor mínimo de renda para a gratuidade do serviço.

 

Fonte: Guarulhos Hoje