Serviço de telefonia tem pane e usuários do Samu de Guarulhos ficam sem atendimento

0
690

A Secretaria da Saúde do município afirmou que a Telefônica Vivo, que tem a concessão para exploração de telefonia móvel e fixa em São Paulo, ainda não conseguiu direcionar as chamadas efetuadas por aparelho celular no município ao serviço do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

samu-guarulhosFoto: Ivanildo Porto

Segundo nota enviada pela secretaria, quem estiver com problemas no contato com o Samu e precisar de atendimento de emergência precisa utilizar um telefone fixo para acionar o serviço na cidade. Hoje, o Samu de Guarulhos recebe uma média de 400 ligações por dia.

De acordo com a dona de casa Patrícia Araújo Silva o telefone 192 não funcionou na região de Guarulhos. “Na última terça-feira, meu marido estava passando mal. Liguei no número 192 e falaram que não atendiam na região de Guarulhos. Só na capital. A atendente ainda me passou um numero fixo. Que descaso! Que vergonha de morar aqui! Em outras palavras, isso e negligência por parte do serviço de Saúde pública”, disse Patrícia.

O motorista Camilo da Silva Souza passou pelo mesmo problema. Na segunda-feira (8) ele tentou ligar do seu celular para o número 192 para a mulher, que estava precisando de atendimento e recebeu a informação que o serviço não estava disponível na cidade. “Tive que pedir para o meu vizinho levar a minha esposa. Fiquei muito decepcionado pelo péssimo serviço da cidade”, explicou Souza.

Em nota, a Telefônica Vivo negou que exista qualquer irregularidade com o serviço do 192 na cidade. A companhia telefônica ressaltou que “o serviço funciona normalmente”. Segundo a empresa, o problema pode ter sido causado porque, se caso a ligação tenha sido feita por celular, é possível que o sinal tenha atingido uma antena da cidade vizinha, o que causou o redirecionamento. Acrescentou também que além do telefone fixo e móvel, o usuário poder fazer ligações para o 192, sem custo, de qualquer telefone público da cidade.

Reportagem: Leticia Lopes

Fonte: Guarulhos Hoje