Queda de empregos em metalúrgicas de Guarulhos

0
573

 

A crise que atinge a indústria automotiva desde o ano passado está refletindo negativamente nos empregos do setor metalúrgico de Guarulhos. Em todo o ano de 2014, as metalúrgicas da cidade tiveram uma baixa de 4.714 postos de trabalho, o que representa cerca de 9% do total de vagas no setor.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos ainda não possui dados fechados do início deste ano, mas já é possível afirmar que a queda de postos de trabalho continua, e com os números do primeiro mês do ano a baixa de empregos no setor já representa 10% do total.

 

queda-emprego

 

Outro reflexo da crise das montadoras foi o fechamento das portas da Metalúrgica de Tubos de Precisão (MTP) na semana passada, que demitiu, por telegrama, todos os 770 funcionários. O encerramento das atividades da empresa, que fabricava tubos para automóveis e motocicletas, ocorre num momento em que a crise das montadoras se espalha pelos demais segmentos da cadeia automotiva, especialmente o de autopeças.

Como 68% da produção é voltada às fabricantes de veículos, as indústrias de autopeças eliminaram 19 mil postos de trabalho em todo o país durante o ano de 2014. O setor agora emprega 201 mil trabalhadores. Desde 1998 não ocorriam demissões destas proporções no setor, ano em que foram fechadas 19,4 mil vagas.

 

Fonte: Guarulhos Hoje