Protesto contra terceirização

1
326

 

Pelo menos 300 pessoas se reuniram para fazer protestos contra o PL 4330, que permite a terceirização de serviços finais, e atingiram o Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos, em Cumbica, e a Rodovia Presidente Dutra, no Centro, na manhã de quarta-feira, 15. Os atos fizeram parte do Dia Nacional de Paralisação organizado pela CUT.

 

O ato no aeroporto reuniu aproximadamente 300 pessoas que distribuíram panfletos contra o projeto da terceirização. Em sua maioria, os participantes eram ligados ao Partido dos Trabalhadores, à Central Única dos Trabalhadores (CUT) e outros sindicatos.

 

PROTESTO CONTRA TERCEIRIZAÇÃO NO AEROPORTO DE CUMBICA.

Manifestação – Mais de 300 pessoas fizeram uma passeata pelo aeroporto contra a lei da terceirização (Foto: Paulo Lopes / Futura Press / AE)

 

Os manifestantes se concentraram em um hotel na região do aeroporto e seguiram em caminhada pela Rodovia Hélio Smidt, passando pelos terminais 1,2 e 4.

 

Na Rodovia Presidente Dutra o protesto começou por volta das 6h e causou 12km de congestionamento. A situação foi normalizada 30 minutos depois.

 

O ato na Dutra foi realizado por caminhoneiros. Tanto o Sindicato dos Caminhoneiros do Estado de São Paulo quanto sindicato da categoria em Guarulhos disseram não ter incentivado o ato que foi organizado pelos próprios motoristas pelas redes sociais.

 

Na noite de terça-feira, 14, em reunião da Plenária da CUT, em Guarulhos, o ex-presidente Lula e o ator Danny Glover também pediram o veto do PL 4330 para a presidente Dilma Rousseff.

 

O projeto que foi aprovado na Câmara dos Deputados com 324 votos a favor precisa ainda passar pelo Senado para depois ser encaminhado à Dilma.

 

Fonte: Folha Metropolitana