Proguaru demite 65 concursados

0
607

 

Em grave crise financeira, a Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos (Proguaru) vem demitindo funcionários concursados desde o dia 9. A informação é do Sindicato dos Funcionários da Administração Pública Municipal (Stap) e não foi contestada pela empresa municipal.

 

O número de cortes pode ir além dos 65, já que não inclui funcionários que se inscreveram no Plano de Demissão Voluntária, instituído neste ano, e as saídas de comissionados. A Proguaru não informou quais medidas irá adotar para superar a crise. O demonstrativo financeiro da empresa de 2014 não consta no site dela, como nos anos anteriores.

 

proguaru-demitida

 

De acordo com Renata Grota, diretora do Stap, cerca de 40 demissões foram revertidas após negociações com o presidente da Proguaru, José Luiz Guimarães. As demais devem ser alvo de ações judiciais. “Há jurisprudência que funcionários concursados, mesmo que contratados pelo regime da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), possuem estabilidade”, afirmou.

 

O Portal Transparência Cidadã, da Prefeitura de Guarulhos, indica que a administração municipal contratou R$ 230 milhões em serviços da Proguaru em 2014, mas quitou apenas R$ 172 milhões. “Os trabalhadores não podem pagar pelos erros da empresa”, disse Renata.

 

Fonte: Folha Metropolitana