Programa Saúde na Escola examinará 150 mil alunos este ano em Guarulhos

0
471

 

Um total de 150 mil alunos de 264 escolas públicas da cidade passará por avaliação clínica este ano pelo Programa Saúde na Escola (PSE). A meta, anunciada nesta terça-feira (21), no Adamastor Centro, durante a solenidade de abertura do programa, foi pactuada mediante a assinatura de termo de compromisso entre as Secretarias de Saúde e Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel), e Diretorias Estaduais de Ensino Norte e Sul.

 

 

Mais de 150 equipes de saúde estarão envolvidas nesse trabalho este ano. Desenvolvido com o apoio de valiosas parcerias, o PSE realiza avaliação antropométrica (checagem de peso e altura), de acuidade visual, exame bucal, nutricional e psicológico nas crianças e jovens matriculados na Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio dos estabelecimentos das redes estadual e municipal de ensino.

 

Abertura

 

A coordenadora do PSE pela Secretaria de Saúde, Cristina Passeri, fez uma contextualização do programa alinhado ao novo plano de governo e destacou a consolidação da iniciativa como uma importante política pública para a melhoria da qualidade de vida das comunidades escolares.

 

Na sequência, o secretário de Saúde Roberto Lago tratou da importância desse trabalho que começa na escola: “A pessoa enferma precisa receber orientação sobre a necessidade de mudança de hábitos, pois isso vai determinar o curso da sua doença para o cenário educativo. A partir daí, ela terá a oportunidade de aprender sobre nutrição, práticas de exercícios e ações integrativas, ou seja, vai usufruir de um atendimento multidisciplinar focado no seu conhecimento a respeito da sua própria doença”.

 

Já o vice-prefeito e secretário Alexandre Zeitune enfatizou que políticas públicas como o PSE objetivam muito mais que a melhoria da qualidade de vida das pessoas: “O programa vai além ao propor a verdadeira transformação da sociedade, que passa tanto pela ocupação das políticas e espaços públicos quanto pela participação efetiva de todos para a construção de um mundo melhor”.

 

A solenidade contou ainda com a participação especial da jovem escritora de 16 anos, Anna Luiza Calixto Amaral, estudante do ensino médio de Atibaia, que discorreu sobre sua experiência como ativista do protagonismo infanto-juvenil.

 

Durante o evento, os profissionais de saúde e educação também foram capacitados para realizar o teste de acuidade visual nas escolas, na fase de triagem. Ao final do encontro, as autoridades presentes tiveram a chance de conhecer o chamado Expresso da Visão, um consultório oftalmológico instalado em um ônibus, que visitará várias regiões da cidade para atender os estudantes.