Programa Direção Segura autua motoristas da cidade

0
421

 

O Programa Direção Segura – ação coordenada pelo Detran.SP para a prevenção e redução de acidentes e mortes no trânsito causados pelo consumo de álcool combinado com direção – autuou dez pessoas em operação de fiscalização da Lei Seca realizada em Guarulhos na tarde do domingo (26).

 

Durante as blitz, realizadas nas avenidas Transguarulhense e Paulo Faccini, foram aplicados, ao todo, 213 testes do etilômetro (popularmente conhecido como bafômetro).

 

Dois condutores foram autuados por embriaguez ao volante e terão de pagar multa no valor de R$ 2.934,70 e responder a processo administrativo junto ao Detran.SP para a suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

 

Outros dois motoristas foram autuados por terem se recusado a fazer o teste do etilômetro e receberão as mesmas penalidades.

 

Seis dos dez motoristas autuados no total, além da multa e da suspensão, responderão na Justiça por crime de trânsito. Eles apresentaram índice a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido no teste do etilômetro ou tiveram a embriaguez atestada por exame clínico do médico perito. Se condenados, poderão cumprir de seis meses a três anos de prisão, conforme prevê a Lei Seca, também conhecida como “tolerância zero”.

 

Ação integrada – Lançado no Carnaval de 2013, o Programa Direção Segura integra equipes do Detran.SP, das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica. Pela Lei Seca (lei 12.760/2012), todos os motoristas flagrados em fiscalizações têm direito a ampla defesa, até que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) seja efetivamente suspensa. Se o condutor voltar a cometer a mesma infração dentro de 12 meses, o valor da multa será dobrado.

 

Rodovírtua – Pela primeira vez, nesta campanha de Carnaval, as blitze do Programa Direção Segura disponibilizaram o Rodovírtua, em parceria com a Artesp. O Rodovírtua são óculos de Realidade Virtual que simulam os danos causados ao combinar álcool e direção, especialmente quando está dirigindo em uma rodovia. O usuário pode sentir os efeitos da bebida alcoólica, como a visão embaçada e perda da velocidade de reação. Disponibilizado pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), para compor a ação, o equipamento é uma nova ferramenta tecnológica que tem contribuído para a educação no trânsito.

 

Fonte: Click Guarulhos