Programa de Gestão e Aprendizagem é iniciado em escolas da Prefeitura

0
461

 

As Escolas da Prefeitura de Guarulhos Crispiniano Soares, Pedrinho e Narizinho e Dr. José Maurício de Oliveira receberam na manhã desta quinta-feira (23), visita técnica de representantes da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel) e a equipe pedagógica da Fundação Lemann. A visita às escolas é parte do Programa Gestão para a Aprendizagem, que em parceria com a Rede Municipal, objetiva impactar os resultados em sala de aula.

 

programa-de-gestao-guarulhos
Representantes do Lemann estiveram em três escolas municipais

 

“A proposta desse programa é ajudar tanto a Secretaria como as escolas, para que os alunos possam aprender com qualidade. Nas escolas, realizamos diagnósticos para conhecer a realidade de cada unidade e pensar em ações e diretrizes, identificando quais são os desafios de cada um”, observou Thatiana Reis, coordenadora de projetos da Fundação Lemann.

 

Durante o encontro, a equipe conversou com gestores, coordenadores e professores e juntos trataram das particularidades do atendimento realizado em cada unidade escolar, além de mapear aspectos fundamentais sobre a formação continuada em Hora-atividade, processos avaliativos, desempenho dos alunos, cursos oferecidos aos professores, entre outros temas.

 

O encontro na SECEL

 

Durante dois dias, representantes da Secel também participaram de reuniões e encontros formativos com representantes da Fundação, ocasiões nas quais foram delineados os primeiros passos da parceria, cujo foco é a promoção de uma formação educacional transformadora.

 

“A oportunidade de aprofundar o olhar da gestão pedagógica na secretaria e escolas que participarem do programa, com acompanhamento personalizado e formações gratuitas, também são objetivos da parceria”, é o que explica Marisa Costa, consultora da Fundação.

 

Além das novas redes, o programa já está em andamento em nove regiões que foram selecionadas no segundo semestre de 2016: as municipais de Campina Grande (PB), Recife (PE), Franca (SP), Taubaté (SP), Campos do Jordão (SP), Ponta Grossa (PR) e Castro (PR), e as estaduais de Alagoas e Sergipe.  As 16 redes participantes devem impactar a aprendizagem de 200 mil alunos em 2017.