Professores rejeitam proposta e continuam em greve

0
518

A proposta que a Secretaria de Administração e Modernização da Prefeitura apresentou aos professores em greve, na manhã desta segunda-feira, foi de pagar a diferença salarial referente extensão de jornada, em três parcelas, a partir de outubro, mas condicionando o pagamento à arrecadação municipal.

Foi proposto, também, pagar a gratificação por mérito em setembro.

professores-em-greve-em-guarulhosfoto extraída do Facebook do jornalista Pedro Notaro

A extensão da jornada foi definida em acordo coletivo perante o Tribunal Regional do Trabalho, mas a administração não cumpre a determinação.

Os servidores entendem que não é possível condicionar nada, porque o acordo coletivo tem força de lei. Consideraram a proposta “ridícula” e, em assembleia no final da tarde, decidiram manter a paralisação.

Após a assembleia, seguiram em passeata pelas ruas centrais, tomaram a avenida Tiradentes e por fim ocuparam a avenida Anielo Pratici, uma das principais entradas da cidade.

 

Fonte: Click Guarulhos