Professores pernoitam no plenário da Alesp

1
461

 

Centenas de educadores grevistas, dentre eles representantes de Guarulhos pernoitaram de ontem para hoje no plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). De acordo com os manifestantes, o ato que é organizado pelo Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) visa chamar a atenção do governo para que novas propostas sejam apresentadas aos servidores.

Cerca de 160 professores, funcionários e representantes da Apeoesp de Guarulhos participaram da audiência pública realizada ontem na Alesp. Na ocasião, a classe pediu o apoio dos parlamentares para o movimento grevista que completou um mês no último dia 13.

 

greve-professores-guarulhos

“Após a audiência decidimos dormir no plenário. Se trata de um movimento de pressão para que o governo atenda as nossas reivindicações. A greve continua com força total”, disse o diretor da Apeoesp regional Guarulhos, Ézio Expedito Ferreira.

De acordo o sindicalista, um novo encontro com o secretário da Educação do Estado, Herman Voorwald está agendado para o próximo dia 23. “

A reunião anterior foi decepcionante. Nada foi apresentado. Esperamos que o governo se abra para novas propostas”, comenta.

A estimativa da Apeoesp é de que a greve foi aderida por aproximadamente 45% dos profissionais da classe das cidades de Guarulhos, Arujá e Santa Isabel.

Na pauta de reivindicações dos educadores está inclusa a reabertura das salas de aulas fechadas, aumento salarial de 75,33%, continuidade das obras paralisadas nas unidades em reforma, valorização dos professores temporários, dentre outros itens.

 

Fonte: Guarulhos Hoje