Prefeitura entrega moradias no Jardim Santo Agostinho

0
579

O prefeito Sebastião Almeida entregou no último sábado, dia 30, as chaves de 40 apartamentos do Conjunto Habitacional de Interesse Social Santo Agostinho. O custo destas unidades foi de R$ 1,8 milhão. As moradias beneficiam famílias de baixa renda que moravam numa favela ao lado do conjunto e fazem parte do programa de Urbanização Integrada de Favelas do Centro Expandido, que já beneficiou outras 60 famílias da comunidade com unidades no mesmo conjunto.

 

Próximo à praça 8 de Dezembro, o Santo Agostinho é interligado pelas avenidas Otávio Braga, Marginal do Baquirivu e Jamil Zarif. O conjunto habitacional está inserido numa região que conta com inúmeros serviços públicos como escola, creche, restaurante popular e terminal rodoviário. Os apartamentos têm em torno de 45 m2 (sala, cozinha, dois quartos e banheiro) e contam com paisagismo, playground e vaga de estacionamento de uso coletivo.

O prefeito lembrou que os apartamentos vão beneficiar famílias que viviam ao lado de um córrego na rua Joaquina de Jesus. “Ninguém foi parar lá porque gostava de morar perto de um córrego. Na verdade, essa foi a única solução que essas famílias encontraram para poderem fugir do aluguel e alimentar seus filhos”, destacou. “Temos que governar com olhar especial para os que mais precisam”, afirmou Almeida.

 

Durante a cerimônia de entrega das chaves, o secretário de Habitação Orlando Fantazzini falou sobre o programa de Urbanização de Favelas. “Mais uma fase do programa foi concluída com a entrega das unidades habitacionais, mas o trabalho não para por aí. Agora, tem início uma etapa mais complexa, que é preparar as famílias para uma nova realidade, que é viver em grupo, com novas responsabilidades. É auxiliar as famílias com relação à documentação dos imóveis. Além disso, é necessário também fazer a recuperação da área anteriormente ocupada por essas famílias”, enfatizou.

 

Fonte: Prefeitura de Guarulhos