Prefeitura diz ter liberado R$ 7 milhões, mas SPDM não pagou funcionários

0
502

 

Havia sido divulgado que a Prefeitura iria fazer o pagamento mensal à SPDM, entidade gestora do Hospital Pimentas-Bonsucesso, o que afastaria a possibilidade de paralisação dos serviços à população.

 

No entanto, na terça-feira, quando deveria ser creditado o salário dos funcionários, a direção do hospital divulgou o comunicado cuja foto reproduzimos.

 

hospital-pimentas-aviso

 

Indagamos à Prefeitura se, de fato, o pagamento foi efetuado à entidade, ou, caso negativo, quando será efetivado o crédito do valor mensal. Enviamos também questionamento por email para o site da SPDM e da Unifesp, universidade federal à qual a entidade é vinculada. Perguntamos se a Prefeitura fez pagamentos à entidade e, caso positivo, por que os salários não foram pagos. Não houve resposta. Por telefone, não foi obtido contato com Assessoria de Imprensa da SPDM. No próprio hospital, a telefonista transfere a ligação para a direção, mas ninguém atende, até a linha cair.

 

A primeira resposta da Prefeitura foi evasiva: “Com relação aos questionamentos sobre os repasses, a Secretaria de Saúde informa que está honrando todos os pagamentos na medida do possível, de acordo com as autorizações orçamentárias, e que pretende efetuar a quitação desse débito o quanto antes.”

 

A Reportagem do site Click Guarulhos insistiu para que fosse dada uma resposta objetiva, o que foi atendido pela Assessoria de Imprensa: “O valor total repassado em janeiro foi de R$ 7 milhões, sendo R$ 2,9 em 12/01 e R$ 4,1 em 31/01”.

 

Fica no ar, portanto, a pergunta à SPDM: Por que os salários do pessoal não foram pagos?

 

Fonte: Click Guarulhos