Pistas de skate deterioradas

1
993

 

Falta de iluminação, buracos, rachaduras e alagamento são alguns dos problemas na pista de skate mais acessível de Guarulhos, no Bosque Maia. Isso a torna inadequada para a prática do esporte e, por este motivo, o campeonato de novos talentos, no domingo, 28, será realizado em uma pista particular.

 

skate-guarulhos

Rachaduras – A mini rampa do Bosque Maia tem pontos esburacados (Foto: Lucas Dantas)

 

A expectativa é que participem da competição cerca de 60 skatistas. A inscrição custa R$ 10 por pessoa. Todo o dinheiro será revertido para pagamento do aluguel da pista e juízes. “Se fosse em um local público, com essa grana poderíamos dar mais estrutura aos competidores”, afirmou Ricardo Prix, skatista guarulhense e vice-presidente do Movimento Unificado dos Skatistas de Guarulhos (Musg).

 

De acordo com Prix, a pista do Bosque Maia só teve uma reforma, há quatro anos, que foi feito de forma inadequada. “Colocaram uma camada de granilite muito fina, com transições imperfeitas. Está tudo torto. As bordas estão enferrujadas. Ela é mais perigosa do que atrativa”, disse Prix.

 

O skatista Renato Sales aprendeu a andar de skate na pista do Bosque, mas hoje, dificilmente aparece no local. “Hoje em dia tenho que sair da cidade para andar em uma pista boa”, lamentou.

 

Além do Maia, há locais para prática de skate no Parque Maraviti, Jardim City e Jardim Adriana, que são impróprios; Brahma (Gopoúva), que não foi liberada para o campeonato, e Cecap, que recebe cuidados de uma loja.

 

Fonte: Folha Metropolitana